Pedalada Guarajuba a Reserva de Sapiranga

Saí de Guarajuba às 6h, sozinho, em direção à Praia do Forte. Devido aos relatos de assaltos a ciclitas na Estrada do Côco, estava meio apreensivo, queria muito chegar logo na Reserva de Sapiranga, então mantive um ritmo acerelado. Ao chegar na Reserva, não havia ninguém, entrei no mato e sem conhecer, fui seguindo a trilha. Por diversas vezes nas bifurcações tive que escolher uma direção a seguir, fiquei um pouco preocupado em me perder, mas foi quando observei uma grande quantidade de bromélias, espalhadas em uma área protegida por árvores mais altas, um lugar muito bonito. Subindo e descendo por uma trilha repleta de obstáculos, como: galhos de árvores, troncos caídos, cipós e riachos, consegui encontrar uma saída e seguir em direção ao um lago rodeado por mansões. Peguei um estradão e logo depois estava na rotatória de Praia do Forte e de volta a Estrada do Côco. Resolvi entrar em Itacimirim e seguir pela praia até Guarajuba, a maré ainda estava um pouco alta e a areia fofa em determinado trecho me obrigou a empurrar a bike, a sorte foi que o vento estava a favor. Chegando em Guarajuba, com areia mais dura, foi possível desenvolver uma boa velocidade. Foi muito gratificante esta aventura ! Total de 42km.

Praia da Espera em Itacimirim
Praia da Espera em Itacimirim
Praia do Hotel de Itacimirim (Ponta de Guarajuba)
Hotel de Itacimirim em Ruínas
Entrada da Reserva de Sapiranga
Bromélias (Reserva de Sapiranga)
Lago Reserva de Sapiranga
Lago Reserva de Sapiranga
Estrada do Côco

Nenhum comentário: