Trilha em Praia do Forte

Desde cedo o céu anunciava que o dia podia ser bem “molhado”! Hehehe. Mas como a "fome" de pedal era grande, não estava nem preocupado com isso. Após chegarmos a Praia do Forte e antes de iniciarmos a trilha, o novo integrante pernambucano "Fernando", fez com o grupo uma oração para que tivéssemos a proteção divina em nossa aventura. Foi a primeira vez que fizemos isso, achei muito bom, pois senti que também contribuiu para uma união ainda maior do grupo. Logo que montamos nas magrelas, a chuva começou a cair. No início estava fraca, mas logo depois foi um dilúvio!!! O jeito foi relaxar e curtir a natureza de outra forma, ou seja, alagada!!! Rsrsrs. Na porteira da fazenda, enquanto estávamos enchendo o pneu da bike de Neto, tivemos uma ótima surpresa, chegaram os dinos Albertão e Bastião. Mais a frente quando a chuva aumentou, tivemos que decidir entre voltar e fazer um percurso mais leve ou seguir em frente e enfrentar as ladeiras que estariam bem escorregadias. Acredito que naquele momento o espírito aventureiro da maioria falou mais alto e decidimos fazer o percurso planejado inicialmente e enfrentar os desafios. A escolha foi perfeita!!! Logo adiante as ladeiras pareciam cachoeiras, devido ao volume de água que descia nas valas, teve até um momento que veio uma enxurrada trazendo um tronco de árvore que tivemos que desviar. Alguém gritou: “Olha o tronco!!!” Foi uma experiência singular! Outra boa surpresa foi encontrar também com o pessoal de MTB de Camaçari. Depois a nossa diversão foi passar pelos trechos mais alagados, em alguns momentos as rodas ficavam quase todas cobertas pela água e as quedas foram lindas! Hehehe. Na volta, fomos ao restaurante “Sombra da Mangueira” em Diogo desfrutar de uma maravilhosa mariscada. Vejam os filmes e fotos abaixo! Um grande abraço e até a próxima. Elson.

VEJA O VÍDEO ABAIXO

CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR







7 comentários:

Fernando Benevides disse...

Elson, agradeço a acolhida do grupo. Me senti muito à vontade. A escolha da trilha foi 10. Nunca havia feito uma trilha com tanta chuva, mas foi demais... vamos ficar atentos à metereologia; quando vier dilúvio, é trilha na certa... he,he,he. Abraço e até a próxima. Fernando.

Elson Cardoso Siquara disse...

Olá Fernando,
Foi um prazer te conhecer, seja bemvindo às nossas aventuras. As trilhas nunca mais serão as mesmas depois dessa do dilúvio! Hehehe. Um abração, Elson

Bira disse...

Grande Elson,
Apesar de não ter voltado com força total para o pedal, não deixo de ver as notícias do Blog. Estou ligado na proxima trilha noturna. Essa eu vou !!! Vai ser aonde ?
Abraços,
Bira

Elson Cardoso Siquara disse...

Birão,
Você é o cara da trilha noturna! Aquela de Pojuquinha à Reserva de Sapiranga foi massa! Podemos marcar novamente ou em outro lugar dia 06 ou 07/03. O que acha? Comanda aí!
Um abração, Elson.

josué disse...

a do dia 28/02 vai ser onde nessa estou colado, vai ser minha primeira, vamos ver nio que vai dar eheheh.

Elson Cardoso Siquara disse...

Olá Josué, Daqui a pouco mais informações da trilha de 28/02 no Mural. Um abraço, Elson

Ricardo disse...

Fala Galera!!!
Vocês estão trabalhando em alta até debaixo d´agua. Eu não tenho nem a desculpa de dizer que estava na Avenida pq já soube q Elson foi todos os dias para o Carnaval. Um abraço, Ricardo Lima.