Trilha em Abrantes, Jorrinho e "Lava Alma"

Nesse sábado dia 25, foi marcada a trilha e horário no posto BR, com saída às 7:00hs, e para surpresa da galera, o maior assíduo do grupo nosso amigo Elson, atrasou, é atrasou sim chegou às 7:15hs, e lá vem, com a desculpa: “Meu despertador não funcionou... blá,blá”. E ainda por cima foi buscar a sapatilha do Neto. Pode? Isto mesmo nosso amigo Neto chegou ao posto as 6:00hs, mas para surpresa de todos esqueceu a sapatilha! Mas vamos lá. Saímos para a trilha iniciando pela Ladeira do Quiabo, mas podemos dizer que com chuva o barro que forma seria quiabo empanado, porque é tanto barro que gruda nos pneus e na sapatilha que quase não á para andar. Rsrsrs!O visual da região é muito bonito e qualquer coisa vale a pena, e da- lhe pedal, depois de 10 km, nosso amigo Lobo virou cordeiro, começou a passar mal e teve que voltar, enquanto o resto da galera com fome de pedal, continuou. O dia estava lindo fizemos a trilha do Jorrinho e Pocotó, esta já próxima de Camaçari, com o Nilson (Cid) de guia. Para surpresa era a mesma que fizemos na quinta-feira a noite ou seja, se de noite era o bicho imaginem de dia! Quando terminamos a trilha em Machadinho, tomamos uns refris no Jorrinho e começamos a discutir qual seria o caminho de volta, se seria pelo asfalto na Cascalheira ou por dentro, e este que escreve falou, por que não pela trilha que passa no povoado Capivara? Assim fomos, e para surpresa de todos com as chuvas destes dias na primeira passagem o rio tomou conta da estrada pelo qual tivemos que passar com as bikes nas costas, ai é que vem o melhor: nossa amiga Taty, pediu que alguém levasse a bike dela pois não estava agüentando (ah!! mulheres, mas ainda bem que elas existem), e assim nosso amigo Nagao o fez. Na outra cruzada do rio a coisa piorou , piorou não!!! Ficou melhor, pois a estrada estava completamente alagada, e ai começou a resenha vamos passar, não vamos!!?, Por fim contratamos um guia, é, um guia local ( R$ 2,00 ) para nos levar através rio e a bike da Taty novamente nas costas, desta vez do guia rsrs!!, No final do rio ou estrada para nossa surpresa tinha uma galera de moto cross ilhada, eheheh, ai é que podemos falar com certeza, onde as motos vão, as bikes vão e ao contrário as bikes vão onde as motos, não! Eheheheh!! Ricardo Appolinario.
CLIQUE PARA VER O VÍDEO ABAIXO

video



























Um comentário:

Elson disse...

Realmente eu sou bastante pontual em relação aos horários. Dessa vez meu despertador não funcionou, hehehe. Entretanto, eu só me atrasei porque Neto me ligou e pediu para que pegasse a sapatilha dele em sua residência.

Appolinário, vc arrebentou!!! Seu percurso, "Lava Alma" ou melhor, "Lava Bunda" foi massa! Gostei muito de encontrar com a galera do moto cross tentando atravessar o rio... "Tiramos onda" mesmo!!! Inté, Elson