Trilha na Ilha dos Frades

Trilha realizada na Ilha dos Frades em 09/01/2010.
Começamos 2010 com o pé direito, ou melhor, com o pedal direito. Saímos de Salvador conforme horário combinado e chegamos tranquilos na ilha, apesar de um congestionamento após Candeias, devido a um acidente.
A ilha é realmente um cenário paradisíaco, mas vista de longe esconde facilmente a sua realidade geográfica. Os morros não pareciam tão assustadores nem tão altos... pura ilusão! Antes de inicar a trilha, já tratamos de encomendar nosso almoço para o final do treino. Tudo programado com a dona do restaurante. Depois dos pedidos de moqueca e mariscada já anotados, fomos embora. Elson queria a moqueca especial de siri, mas esta vai ficar para a próxima vez!
Já na subida em direção ao mirante, cartão de visita do que teríamos pela frente, Amauri teve problemas com sua bike e infelizmente retornou com seu amigo Eduardo.
No primeiro downhill fomos interceptados por vigilantes da ilha, que mais pareciam capangas de grileiro. Nos avisaram para cancelar o treino e voltar para casa. Diante de argumentações mal colocadas e sem fundamentos baseados na lei, aguardamos os chapas se afastarem e decidimos continuar.
Elson descobriu logo em seguida outro downhill, novidade que surgiu no momento oportuno. O cara até improvisou um discurso político para convencer a galera (veja o filme abaixo) Rsrs: E todos foram ladeira abaixo!
Seguindo as orientações de Jairo, nos mantivemos o máximo possível em mata fechada, bem longe dos “capitães do mato”. Silêncio no grupo. Só se ouvia o barulho das folhas, rasgadas pelo rastro das bikes.
Foram quase cinco horas de muito pedal, subidas sem trégua e descidas velozes e técnicas. A cada alto de morro, o visual ajudava a recuperar as energias.
Com o sol já nos avisando que era hora de almoço, fomos direto para o restaurante de Dona Sandra que já estava com tudo pronto. Conversamos sobre futuras trilhas que iremos programar ao longo deste ano. Vem muita coisa legal por aí.
De acordo com uma lenda local, a ilha é assim denominada uma vez que, à época do início da colonização, nela foram assassinados dois frades pelos índios tupinambás, os quais pretendiam catequizar.
Se é lenda ou não, fica um conselho para os trilheiros: peçam a benção de frades, padres, freiras ou quem mais encontrarem por lá. Além do bom preparo físico, com certeza vão precisar de um reforço na fé para aguentarem a trilha do início ao fim.
Abraços, Welseman FERNANDES.
VEJA OS VÍDEOS ABAIXO











CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR


































8 comentários:

Elson disse...

Depois de comer muito e relaxar nas atividades físicas com as festas de final de ano, iniciar 2010 com a Trilha na Ilha dos Frades é para pagar todos os pecados! E quem pode melhor confirmar isso é Ciro, ele que rezou muito!!! Rsrs. Após o meu discurso, o espírito aventureiro falou mais alto e a galera resolveu descobrir uma nova trilha, agora batizada como a "Trilha do Discurso"! Hehehe. Foi uma grande subida e depois um alucinante downhill! Não posso deixar de dizer que depois do sofrimento, ficou um gostinho de "quero mais", voltaremos lá em breve! Show!

Ricardo Pópó disse...

Tem uma foto que um Expedicionario da Chapada,teve a descaração de tirar uma foto com um pacote de bolachinha na mão e na outra um NESCAUZINHO,!!! NESCAUZINHO!!!!???, isto não não é coisa de Expedicionario de Chapada, aiai!! é coisa de !!!???deixa para lá!!! Né Elson!!!!????? Mais uma vez não pude ir nesta !!Na próxima eu vou.

Hélder disse...

O ano começou com alto astral!!
Seja pelo Ilha dos Frades que é muito bonita, seja pelo espírito da galera que estava sedenta pelas trilhas depois de recesso de fim do ano. Valeu a pena cada subida e cada piramba descida!!
O alto astral já se refletiu na galera no pedal noturno de terça!!
Que venha Sapiranga no sábado galera!!!

Elson disse...

Popó, Você não teve coragem de dizer que NESCAUZINHO é coisa de BICHONA, qual é rapaz!? Está me estranhando é? Rsrs.

Ricardo pópó disse...

Não!!cara, é coisa de homem Bruto, muito Bruto, pois Bi... não pedala kkkkkkkk, tudo bem que não precisava do nescauzinho né!!!!há de convir.
Ricardo Pópó

ARTECNC disse...

pôxa nosso amigo Eduardo e Amauri, pifaram a bike logo na chegada, mas deixa estar que vai ter uma próxima, não pude ir pois estava trabalhando e sapiranga amanhã tambem não vai dar,Elson o discurso tinha que ter rolado pra falar com o brutamontes que não sabia se a área é privada, prefeitura de salvador o qualquer coisa ai srsrsrr

ciro disse...

Rpz...
Só vou dizer uma coisa.
Olha a minha cara no início da trilha e na metade da trilha (penultima foto). Não imaginava nunca que ia ser tão pauleira assim!!! Foram 16 km que pareciam 100!!!
Nao via a hora de chegar no mar pra dar um mergulho e comer a muqueca da tia sandra!!!
Valeu pela paisagem, pelo treino puxado e pelos downhills cheios de single tracks.

welseman disse...

É isso aí moçada. Vamos voltar em breve na ilha. Desta vez, munidos de documentos e autorizações para andar por todos os caminhos possíveis. Valeu.