Travessia dos Faróis

Já tinha feito a “Travessia dos Faróis” algumas vezes, mas sempre sozinho. Dessa vez, tive a idéia de chamar a galera do Mural para fazer esse pedal diferente das trilhas que estamos acostumados. Foi show!!! Quem apareceu e acompanhou o grupo até o Rio Vermelho foi o Dino Samuel, ele estava no meio de seu treino matinal quando encontrou com João Paulo no caminho para o Farol da Barra. Como previsto, o vento estava muito forte, mas no percurso de ida, “voamos” a favor do vento sempre a mais de 30km/h! Chegando no Farol de Itapoan, perguntei a todos quem alguma vez já esteve presente naquele local e com surpresa fiquei sabendo que era a primeira vez de todos, vejam só o que a bike pode fazer... me lembro que era criança quando tinha estado por lá. Estava uma manhã nublada, mas não menos bonita, tiramos várias fotos e contemplamos a vista da cidade de Salvador. Josué chegou a sugerir irmos mais a frente em direção ao litoral norte, mas quando lembrei do vento que iríamos enfrentar, ele mudou logo de idéia, hehehe. Realmente a volta foi uma superação, éramos empurrados para os lados e para trás, mas com revezamento dos batedores de frente, logo chegamos de volta ao Farol da Barra. Gostei muito desse pedal, ficou a vontade de fazermos novamente!!! Até! Elson.
CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR













7 comentários:

Ricardo Pópo disse...

Muito bom, muito legal, pedal é pedal não importa o local!!!!!!!!

Piau disse...

Imagino que tenha sido muito legal mesmo...
Espero poder estar no próximo, sempre quis fazer este pedal. Pois pedalar com essa galera, com essa orla ao fundo ou ao lado... é muito massa!!!
Abraço.

Piau.

Ricardo Pópo disse...

Vamos fazer o seguinte, proponho um pedal diferente, nos anos 80 e 90, eu fazia parte de um grupo chamado Pituba Nigth bikers ( nos reuniamos no correio da Pituba), e cada terça a gente ia para um lugar de Salvador, onde me proporcionou conhecer esta cidade de ponta a ponta que eu amo, como sugestão , porque não fazer-mos um pedal num sabado, saindo ou do meio ou seja Jardim dos Namorados, barra ( ladeira da barra) passando pelo centro histórico( Pelourinho, Sto Antonio,e chegar na Ribeira pelo caminho de areia, voltando pelo Bonfim e de novo pela barra , lógico depois de umas cervejas ou sorvetes agosto de cada um, ou ponto final no carangueixo do sergipe.

Elson disse...

Pronto Popó! Vamos ver isso sim! Acho que será muito bom!
Podemos pensar em fazer no momento de menor trânsito como no domingo ou a noite em um horário mais tarde! Mas para mim tanto faz!!!

humberto andrade disse...

Ficou faltando um farol: o da ponta de Humaitá, na cidade baixa.
Se forem marcar este pedal estou colado.

Marcus disse...

Concordo com o humberto... faltou o de ponta de humaitá ...

Elson, tentei passar ontem na paralela pra reencontrar a turma e n vi muito carro, principalmente com suporte de bike atrás...

n teve pedal ontem?

kd JP ? o celular dele ta dando desligado... quero voltar a treinar!!!

A VONTADE DE PEDALAR NUNCA PASSOU!!! rsrs

abração a todos

humberto andrade disse...

Que tal marcar uma travessia dessas para o feriadão?
Dessa vez com o farol de Humaitá.
Pensei até num roteiro:
Saída da Barra, pega a Centenário, Contorno, Comércio até a cidade baixa .
Na volta pega o túnel, Bonocô, Iguatemi e Paralela até a Alameda da praia(stella maris) e o farol.
De lá orla direto até o farol da Barra.
Que tal?