Serra da Jiboia - O Acampamento

O clima era de expectativa no Mural, pois faltavam poucos dias para a grande expedição no Deserto do Atacama e a intenção era fazer uma aventura que fosse ao mesmo tempo uma preparação para o Atacama. Decidimos, então, pela Serra da Jibóia: O Acampamento.
O Mural já havia feito várias outras aventuras na Serra da Jibóia, mas nunca antes fora acampar lá, o que nos brindou com o ineditismo da grande dificuldade de subir a serra com barraca, saco de dormir, alforjes e mantimentos. O desafio estava lançado: enfrentaríamos o frio da noite, o peso da bike e a falta de estrutura para fazer refeições em acampamento.
Só três muralistas enfrentaram o desafio: Eu, Elsão e Wel. Eu levei alimento em excesso, o que me deixou mais exausto ao subir ladeiras; Elsão levou as coisas mais gostosas e iniciou um costume de atum enlatado para expedições; Wel levou um único miojo para duas noites de acampamento, mas foi o único que levou um fogaréu para cozinharmos.
No primeiro dia, saímos debaixo de chuva e enfrentamos muita lama e a curiosidade das poucas pessoas que encontramos pelo caminho. Alguns quilômetros depois da partida passamos por vários laranjais e paramos em um deles, onde tivemos o prazer de chupar várias laranjas (tudo sob autorização do proprietário!). Mais alguns quilômetros e adentramos a mata fechada, onde fizemos uma parada magnífica para o banho do dia em uma cachoeira.
A subida não foi fácil, era uma mistura de pedal com exercício de força para empurrar as bikes nos trechos mais complicados até que chegamos à famosa “ladeira do Miguel”, em que a subida mais parecia uma escalada com o agravante de que estava tudo escorregadio com muita lama. Ao chegarmos no topo da serra, o sol estava se pondo e tivemos a chance de ter uma das mais belas vistas daquele fim de semana, com o pôr do sol e o nascer da lua, e depois a cidade de Santo Antônio de Jesus iluminada no horizonte distante. Buscamos o melhor lugar para montar as barracas e logo percebemos que a noite seria bastante fria. E como foi! Demos graças por não ter chovido, porque o frio era demais!
No dia seguinte, tomamos um bom café da manhã (na medida do possível, rs) e descemos a serra em direção a Alto Cruzeiro, onde almoçaríamos e depois em Pedra Branca subiríamos a serra para as antenas. Comemos uma deliciosa galinha caipira e iniciamos uma subida de 7 quilômetros, com uma parada para banho em uma pequena cachoeira.
Após chegarmos nas antenas, buscamos um local seguro para acampar e encontramos um local que já ficou batizado como sendo o lugar para acampamentos e churrascos futuros do Mural na Serra da Jibóia. Essa segunda noite nos castigou com chuva e frio, e foi aí que percebemos que as barracas não eram tão boas, porque passava um pouco de água e quando o vento batia nos molhava causando uma noite conturbada de sono.
No terceiro dia, partimos em direção à sede da fazenda para finalizarmos a aventura, mas não foi nada mole. Subimos ladeira da caixa d’água, do pão, do desespero e outras tantas que fariam qualquer um querer empurrar, mas subimos tudo sem botar o pé no chão com as bikes pesadas por causa dos alforjes e barracas. Chegamos à sede realizados pela grande aventura e com expectativas para Expedição no Atacama que ocorreria em uma semana! Valeu Mural! Luiz.

VEJA O VÍDEO ABAIXO. LIGA O SOM!  
CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR












































































































7 comentários:

Elson disse...

Luiz,

Parabéns pela resenha! Ficou muito boa! Já estou com saudades dessa aventura! Quero fazer novamente!! Rsrsrs

ED disse...

O QUE PODEMOS DIZER DESSE DESAFIO???? S.E.N.S.A.C.I.O.N.A.L ... REALMENTE ALTO NIVEL PARABENS A VOCÊS! E AQUELA PARTE DAS ALUCINAÇÕES KKK LEGAL(POIS É, SE TEM FILHOTE DE LOBO, TEM LOBO PAI!)KKKKKKKKK

Luiz C. Assis Jr. disse...

Dei altas risadas aqui com esse vídeo!!! É muito bom relembrar tudo, me senti lá de novo. Esta foi uma aventura realmente muito massa!

josa disse...

ATENÇÃO MURALISTAS, se tem lobo filho tem lobo pai, e o lobo ainda tava com frio, levou as coisas de Luis kkkk.
Aventura bala, muito massa o video e fotos.

JP disse...

Luiz, muto legal essa aventura meu amigo, pela resenha dá para sentir a dificuldade que foi!

Welton, foi esperto ! Quem tem a arte do fogo, se torna o chefe do acampamento!! kkkkk

Tem mais, o cara é Macgaiver, sabe fazer copo, e contar histórias de lobo para meter medo e manter seus comandados sob controle !! kkkkk

Tudo brincadeira, vcs são realmente incriveis com essas aventuras !! Parabéns Mural/Elson e todos do Grupo.
JP

welseman disse...

Jibóia à noite... isto lembra Corujão... Elsão, é bom começar a pensar em algum Desafio na Serra de 12 Horas de Pedal!!! Partiu??? Show de Resenha!

Luiz C. Assis Jr. disse...

O frio era tanto que o lance do lobo pareceu real, rsrs...

fiquem sem isolante e sem saco de dormir! É a selva!!!