Trilha Lagoa Azul III

Hoje a resenha ficou sobre a minha responsabilidade, Alexandre (Bonão ). Bom... o motivo contarei .rs
Essa a trilha da Lagoa Azul foi a minha primeira aventura fora de  SSA com o Mural de Aventuras , como já havia visto na chamada seria uma trilha nível 2 e por esse motivo uma trilha leve , mas isso durou até Elson reunir o grupo e nos contar que não estava feliz pois sair de casa de madrugada para fazer uma trilha leve não era tão motivador. Hum... a trilha começava a subir de nível.rs Partiu...
Saímos pela estrada em alta para pegar a estrada de barro uns 3km a frente em ritmo do mural. Entramos na estrada de barro e de cara uma ladeira, logo depois subimos mais uma e  ai o motivo de eu ter que escrever a resenha. Nesse momento eu travei me faltou respiração, dores nas pernas, não conseguia completar a respiração: - parei, para mim chega! Pensei, se com apenas 5 km eu estou assim não justifica atrapalhar o pedal do GRUPO. Ledo engano, pedi para meu primo, Bruno para comunicar a Elson que não seguiria.  Enquanto aguardava vejo ao longe 3 Muralistas retornando , Kichute, Giuliano e Bruno que chegaram me avisando que eu não iria desistir que isso ficaria marcado e que Elson  avisou para eu continuar de qualquer jeito. Pessoal, confesso que apesar de me sentir mal eu estava me sentindo muito frustrado e não sou de desistir assim tão fácil. Então veio as palavras motivadoras de Kichute e Giuliano: - Bonão vc vai seguir sim, fique tranquilo Serjão ta ai e ele tem o contato do disk ambulância, ela resgatou ele na Chapada, pegar vc aqui nas proximidades de Salvador é tranquilo. Pode passar mal que aqui pega celular.kkkk ( desculpa Serjão, mas a piada foi boa. ) hehehehe
Segui em frente com o GRUPO ( que não abandona nenhum membro.) , passamos pela lagoa azul e fomos para uma pirambeira bem íngreme que todos praticaram subidas em barranco e pedalaram ate o topo pela pedreira, menos eu que subi empurrando para economizar um pouco de energia.
Chegando la no alto deslumbramos uma vista linda e uma descida massa, foi quando percebi quanto a palavra tem força. No momento que Elson gritou o famoso PARTIU, o cassete de André partiu, estourou, não sei bem, mas a roda travou ficou com o pedal continuo impedindo Andre de continuar a trilha, infelizmente, pois eu bem sabia aquela altura como era frustrante abandonar uma trilha no meio, ainda mais por força maior e não por um PITí , como já havia colocado o Josa. Heheh
Seguimos adiante, entramos por uma área com muita areia fofa, vegetação rasteira, lamaceiros e então nos perdemos, paramos por alguns minutos, mas logo Elson e Giuliano entraram a pé na mata e encontraram outro caminho, fantástico!
Paramos na lagoa das canoas para lanchar e peguei logo a minha batata doce, com uma banana cascão e um GU, rs a galera caiu matando... Comemos e logo seguimos em frente com destino a Lagoa Azul ( que nesse dia não estava azul nem verde, estava transparente. Rs ). Chegando na lagoa azul todos caíram na agua com exceção de Josa que  por algum motivo não estava a fim de um mergulho .
Beleza, depois de muitas fotos , brincadeiras, algumas resenhas seguimos de volta, como sempre com destino a algum barzinho para a galera renovar as forças com algumas cervejas e logo em seguida seguir caminho. 
Logo na saída do boteco entramos em uma pequena propriedade rural onde Elson já havia visto no inicio uma descida punk e logico que ele não perderia essa oportunidade e assim foi, pedimos licença mas como não tinha ninguém na casa entramos assim mesmo, mas com o cuidado de fechar todas as cancelas que abríamos. Elson desceu brocando acompanhado por Kichute, JP, Sabrina e outros, mas a descida guardava surpresas, logo em uma lombada Elson percebeu que estava rápido demais, a ladeira ficaria muito íngreme, mas era tarde mais, e ao tentar frear bruscamente o pneu dianteiro entrou em uma das valas e assim tomou uma queda feia. Mesmo assim, levantou rapidamente e terminou a descida. Passado o susto, alguns Muralistas também desceram o downhill, como a Sabrina que esta brocando, dominando descidas íngremes e subidas complicadas. Aliás, Sabrina e Cau botam para lenhar,  representantes de responsabilidade da ala feminina no Mural de Aventuras.
Seguimos caminho e mais uma vez o Grupo parou para esperar o “Roda Presa” que andava parecendo uma lesma, no caso, eu mesmo, rsrsrs. Logo depois, quando Elson gritou PARTIU!!! Mais uma vez a palavra mostrou sua força e a corrente da bike de ED PAR-TIU.....rapaz... kkkkkk
 Enquanto Josa fazia sua mágica para consertar a bike, os outros Muralistas faziam subidas e descidas beeeem verticais na pedreira, a mim só restava olhar para aprender e assim fiz. Pronto, bike pronta e seguimos caminho de volta , ao subir uma ladeira Elson pediu que eu fosse na frente para tentar atrasar menos a galera e aproveitar a descida que já saia no asfalto, pedalamos de volta até o posto em um ritmo alucinante do Mural, nesse momento quase eu morro tentando acompanhar o grupo mesmo com os empurrões de Sabrina que muito me ajudaram . Muito bom!!!!
Quero agradecer a essa galera maravilhosa que não me deixou desistir e me proporcionou um dia fantástico. Valeu Elson, Josa, JP , Kichute, Giuliano, Serjão, Gustavo, Sassá, Carla, Sabrina, André Foltz, Rogerio,Ed e meu primo Bruno que sempre me da apoio e incentivo nos pedais. Bora Mural! Bonão!
CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR