Trilha do Estradão - O Spray de Josa

Pois é galera, aqui estou escrevendo minha primeira resenha para o mural de aventuras. Lembro-me do primeiro momento em que conheci o site do Mural, vendo as fotos, os vídeos, as resenhas das aventuras, eu ficava a imaginar quando iria fazer parte deste grupo.
Lembro-me de cada momento, cada pedalada, cada capote ...... tudo o que aconteceu para que eu hoje esteja aqui escrevendo esta resenha da nossa primeira trilha do ano, a TRILHA DO ESTRADÃO.
Como sempre, na maior parte das resenhas por mim lida, todas iniciam-se falando sobre a ansiedade na noite anterior a trilha, esta não poderia ser diferente. Ansiedade por ser a primeira trilha do ano, ansiedade para descobrir qual seria o caminho da inédita trilha do estradão, ansiedade para saber como eu estaria fisicamente depois de 2 semanas de muita cerveja e comida, e, principalmente, para rever meus Brothers Muralistas... Muralistas com suas manias (não é Mandrake), vícios e papucagens!
Alarme tocando, 5:30 da manhã, sol a pino, logo vi que o dia seria de rachar! Para evitar qualquer tipo de atraso, tudo já estava previamente arrumado, bike revisada, limpa... pronta para a ação. Partimos, escutando um bom e velho Rock “ACDC”, eu e eu irmão (novo Muralista, meu cupixa :JUCA) fomos para o ponto de encontro: nosso conhecido CTM.
Logo na chegada percebi que a animação da galera não era apenas com a 1ª trilha, mas com a volta à ativa do Mural de Aventuras. De pronto, começou as brincadeiras... fulaninho tá gordo... não sei quem ficou treinando no final de ano na escondida... sumidos reapareceram... outros continuaram sumidos (como sempre DAVID)... enfim estamos de volta !!
Depois do alvoroço inicial, nosso “CHEFE” fala rapidinho sobre trilha, não deixando de mencionar as trilhas futuras (muitas surpresas)..... pois bem, tudo arrumado, todos avisados...PARTIUUU!!!!
Passamos rapidamente pelo CTM, até então nenhuma novidade, tudo tranquilo... logo no início já dava para perceber que a maioria da turma não iria “sofrer” tanto - creio que todos treinaram “escondido” ! CTM ficou pra trás... iniciou-se a parte inédita da trilha. Logo na chegada vi que a brincadeira seria boa, subidas e principalmente descidas faziam parte de percurso, percurso o qual de estradão não tinha nada !!
O primeiro desafio foi uma subida de leve (deu para alertar os pulmões e as coxas) até um alto aonde poderíamos ver quase toda a área que iriamos pedalar, área esta totalmente desmatada para a construção de prédios, neste momento imaginei como que era antes... mas enfim... nada mais poderia ser feito, a não ser lamentar..... chegando ao topo, e lá tiramos a “foto oficial” ficou massa... ficamos pequenos quando comparados ao tamanho do morro que estávamos..... pois é... tudo que sobe tem que descer....como gato escaldado tem medo de água boa parte dos Muralistas ficou esperando o primeiro a descer, Mandrake puxou a fila.... Descida massa, bem técnica e sem surpresas: ninguém caiu.... até agora: Mural 1 X 0 Trilha do Estradão.... Continuamos subindo, descendo, sem papucagens que merecessem o devido destaque.
Seguindo a trilha, um dos “irmãos Sapiranga” nos guiou até um lago, bem.... Não era uma lagoa azul, mas que deu para refrescar isso deu…não pensei 2 vezes, pulei na lagoa junto com Irmão Sapiranga, João, Mandrake e Juca. O banho foi rápido, não deu tempo de contaminarmos a lagoa. OBS: logo mais voltaremos a esta lagoa, ela será o cenário de um dos atos mais esquisitos vivenciados pelo mural!
Saímos da lagoa e continuamos nossa trilha...nesta hora a sede bateu...HORA DA COQUINHA! estávamos todos lá tomando uma coquinha, enquanto nosso amigo PEITINHO DE POMBO (RODA PRESA), juntamente com outros, começaram a tomar uma “breja” ao som da gaita de Jerjão... coquinha tomada.... Partiu !!!! voltamos a trilha.
Agora chegamos ao auge da aventura, e como sempre, temos que ter um destaque... RENATO, nosso amigo RENATO, carinhosamente chamado de “gordinho dos infernos”... continuando a trilha fomos em direção a lagoa: aquela lagoa! Era perceptível que a performance do “gordinho” não era das melhores. Neste momento, tomado por um fúria avassaladora, misturado com um espirito de Erê, Renato, nosso gordinho, lançou sua inveja sobre Carla, ciclista que participava conosco da trilha... MEU DEUS.... nosso gordinho “tacou” a mulher dentro da lagoa.... Mural 1x1 Trilha do estradão.
Todos recuperados, do susto e das risadas, seguimos adiante..... partimos para o último desafio da trilha, uma descida brocadora..... paramos, olhamos, até que o primeiro desceu... depois disto brocadores e papucos desceram a “milhão”... pronto vocês já podem imaginar: bicicleta para um lado, papuco para o outro, guancheira quebrada, pernas arranhadas, “neguim” descendo a mil, parecendo um foguete, passando por cima de tudo... inclusive nosso CHEFE quase foi atropelado.... Agora começou a goleada... pois é, vocês leram “pernas arranhadas” , então havendo arranhão o que que acontece ??? Josa com seu “maldito” spray.... adivinhem quem sobrou ? Eu... vocês não tem ideia de como aquele troço arde...Não é Renato? o troço parece que tem pimenta diluída.
Placar Final... bem...digamos que foi um empate!
Encheram o meu saco, tiraram fotos, demos muitas risadas, me filmaram pulando devido ao Spray..... mas valeu, valeu voltar a pedalar com esta turma....por isto e muito mais que fazemos parte de uma família, a Família Mural de Aventuras! Que venha a trilha do quartel, NO PAIN NO GAIN! Mateus Neiva “Couro de Rato”.
VEJA O VÍDEO ABAIXO. LIGA O SOM!
CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR



























































































































7 comentários:

Elson disse...

Mateus, parabéns pela resenha! Retratou bem o momento de retomada do Mural em 2013!!! Show!
Alguns pontos relevantes dessa trilha foi a dupla presença feminina, vamos lá mulheres! O espírito de superar os limites da galera.
Lastimável essa atitude de Renato "Gordinho dos Infernos", rsrsrs.
Josa, vc coloca pimenta nesse spray?kkk
Bora Mural!!! 2013 já começou!

josa disse...

rsrssr o SPRAY ta famoso, mas a intenção é somente cuidar dos companheiros do pedal,e dar umas gargalhadas srsrrsrs

Mateus Alves Neiva disse...

Valeu Chefe !!! agora é so esperar pela próxima.

Giulyano disse...

Essa foi uma trilha aberta bala, a foto de frente do morro é sinistra, descida punk, subidinhas que surpreendiam na metade, subida pesada da montanha russa, galera animada e uns capotes para movimentar. Parabéns Mural!

Ed Bala disse...

Eu fico me perguntando como Elson acha esse locais...imaginem q essa trilha cheia de emoção e adrenalina bem relatada por Mateus é em salvador...demais!

Renato disse...

KKKKKKKKK.... Coro de Rato a resenha ficou show!!! Mas uma coisa fique claro, eu só tentei ajudar a Carla...
hehehehehehhehehe

branca disse...

Adorei tbm Elson!acompanho o mural pelo bolg toda semana,agora acho que crio coragem!