Cachoeira da Fumacinha (120 Km - Mucugê / Cascavel / Fumacinha / Mucugê) - Trilhas do CT de Inverno Gantuá

O dia mais esperado e decisivo de todos. O mais longo, com 120km e chegada á noite. Para mim uma grande expectativa. Após o café da manhã reforçado e agrupamento para foto partimos a mil.
O primeiro trecho em direção à cachoeira da fumacinha foi em ritmo alucinante, sendo rodados 40km sem paradas para descanso. Lembro-me que minha maior dificuldade neste inicio de dia foram dores na lombar e assaduras provocadas pelo banco da bike. Após uma breve parada em um bar no estrada seguimos em direção à cidade de Cascavel, onde paramos para um lanche,  frutas, mistos quentes, refrigerantes. Eu tratei de ir logo na farmácia para comprar um hipoglós.. rsrs. Pomada anti assaduras aplicada, lanche feito, seguimos em direção á cachoeira.
Como sempre paisagem magnífica, com estradões nos oferecendo imagens maravilhosas! Após alguns quilômetros chegamos na entrada da pequena trilha que nos levaria ao destino, neste local Diana se juntou ao grupo. Após um pequeno single track, logo nos deparamos com uma subida de pedras e grandes degraus que nos impôs cerca de uma hora de caminhada com as bikes nas costas até o topo da montanha. Em fim, uma das mais incríveis sensações tive ali.
Começamos a pedalar sobre a elevação num imenso chapadão quase entre as nuvens e com um belo visual bem abaixo. Pouco tempo depois, achamos a trilha que nos levou à cachoeira. A emoção foi geral! Encontramos o rio acima da queda d’água de onde pudemos contemplar a grande caída em direção ao imenso vale. Aproveitamos para relaxar, nos banhar, meditar, procurar fonte de água, nos alimentar do pouco de comida que ainda tínhamos na bagagem.  Logo recebemos o comando para partir, afinal, ainda tínhamos uns 65km de volta e tínhamos que sair desta trilha ainda de dia para não correr risco do grupo ficar em um “perdidão”.
Conseguimos sair do trecho ainda de dia.  Daí em diante a missão era chegar no CT, controlar a ansiedade, acordar as regras de conduta dos participantes na volta pelo asfalto. Foi o que fizemos na nova parada em cascavel, já a noite. Combinamos a volta, lanchamos, colocamos agasalhos (quem tinha) preparamos lanternas, e partimos. Foram uns 50km de asfalto com muitas ladeiras, bastante frio e muita ansiedade.
No final chegamos bem, sem acidentes, mas com muita superação e solidariedade entre o grupo, quando fomos presenteados pela Gantuá com um espetacular churrasco! Aproveito aqui para agradecer especialmente ao amigo Tiagão que gentilmente me emprestou sua bike Specialized aro 29 novinha (a magrela é envenenada!!) para que eu pudesse completar a aventura.
Obrigado ainda a cada parceiro que esteve ali do meu lado, compartilhando cada dificuldade e cada conquista, forte abraço para vocês também. Grande abraço ao maravilhoso casal Alan e Diana, que mais uma vez tão bem nos recebeu em suas instalações e nos apresentou lugares magníficos. Não poderia deixar de falar no meu amigo Elson (Mural de Aventuras) grande figura que vibra a cada calendário, a cada convocação e a cada pedalada. Abraço amigo.    João Paulo (JP).