3º Dia – Ciclo Aventura Chapada Diamantina (Capão - Lençóis)

No dia 28 de dezembro de 2013, acordamos as 8:h e as 9:h já estávamos prontos para iniciarmos mais um dia da nossa aventura na Chapada Diamantina, completando assim o programa previsto. Elsão deu início a nossa aventura após algumas orientações a cerca da região por onde iríamos passar. Então, demos um rolé pelas ruas do Capão e feito os ajustes no GPS, foi então dada a largada com aquela palavrinha que da um gelo na barriga e pontada no coração, sinalizando que a emoção ia começar – PARTIUU!! Assim em direção a Palmeiras seguimos encarando nossa primeira subida, ainda frios, o que só serviu para esquentar, pois tínhamos muito mais pela frente. Paramos para fotos e fizemos a volta para entramos a direita por uma decida em alta, com cuidado, pois muitos turistas estavam na estrada, por  vezes ouvíamos palavras de incentivo, o que se soma ao nosso animo. Aqui entramos em uma área na qual a utilização de bike estaria muito difícil, não para o Mural de Aventuras! Passamos então por um portão sobre um mata-burro, acho... e descendo mais chegamos ao primeiro rio dos incontáveis por onde ainda iríamos passar. Elson de pronto já posicionado para mais fotos para mais um registro.
Reunidos, seguimos em frente até encontrarmos um single track de mais de 25km dos mais completos que se pode encontrar, FANTÁSTICO, aqui nem toda a técnica do moutainbike seria suficiente para esgotar a riqueza de situações em que a utilização de outras técnicas seriam necessárias all mountain, freestail, donwhill ou outras paradas muito loucas tais como KICHUTE, ELSÃO... que pegam tudo e levam numa fúria dos demônios nas pernas e Deus no coração. Foi quando não mais que de repente um toco insano prendeu o pedal de Elsão e acontece a primeira decolagem rumo ao primeiro capote do dia, projetado a uns 5m, Elsão levantou e apenas manchou a camisa na areia sem o menor arranhão!
Descemos e subimos, paramos, conversamos e nos deleitamos com um cenário de tirar o fôlego – É UM DOS LUGARES MAIS BONITOS DO MUNDO! Como disse o nosso anúncio de convite a esta ciclo aventura. Seguimos em mais singles, singles na areia, singles na areia, singles em pedra, singles areia e pedra, singles descendo, singles subindo, singles nas corredeiras, singles em abismos e tantas situações incríveis... Paramos em um lugar encantador, a Cachoeira Águas Claras, onde lá já se encontravam muitos turistas em suas aventuras. Mais fotos e muitas resenhas....
Partimos então em direção ao cenário composto por várias montanhas, lugar que deu a foto de atualização do banner da página do site do Mural e tudo isto e muito mais. Agora estávamos em direção a Lençóis, região mais complicada tudo pedra com água rolando, muitos degraus para subir e descer e continuamos até que recebemos a notícia que o freio de Josa retornou – sentiu saudades e voltou! – disse ele mais tranquilo e orgulhoso da manutenção que fizera anteriormente com assistência do incrível e surpreendente Serjão e os olhos curiosos do Kichute. Tudo isto acompanhado dos protestos do intrigante Josué! Vamos em frente em direção ao capote mais sinistro da trilha num trecho de pedras e água a bike de Plech prendeu a roda dianteira lançado-o ao chão sobre colchão de pedras e grama, ele esperto escolheu a grama, kkk... Com sacrifício do punho e da virilha, acho que vai ficar sem algumas funções por algum tempo kkkk... Plech está ferrado (cicatriz) para sempre.
Pensam que acabou...! Que nada! Chegamos em um estradão de 8Km de decidas furiosas, descíamos tanto que as pernas não agüentavam de tanto mandar para baixo o equilíbrio. Tive que parar para apertar a roda dianteira que abriu a blocagem, ops! Até que finalmente chegamos a uma rua de paralelepípedo numa alucinante decida de uns 2 km, com gente curiosa e um paulista alucinado que correu para rua para aclamar o Serjão. Finalmente encerramos nossa aventura como iniciamos, agradecendo a Deus por tudo. Agradeço também a todos os expedicionários e ao Mural de Aventuras por proporcionar tamanha alegria. Mas por que será que entre tantas outras alegrias, escolhemos fazer isto? Bizerraider.
CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR







































































































2 comentários:

Rei disse...

Não queria nem comentar sobre essa cicloviagem... inveja retada pois era para eu estar ai também!!! Mas tudo bem... muitas outras virão por ai. Nossa chapada diamantina é show de bike!!! Parabéns pela aventura galera!!! Abração do coordenador eleito coordenador do ano de 2014... hehehehe

Plech disse...

Parabéns Bezerrider pela resenha!!!
As fotos também ficaram demais!!!
A aventura foi o máximo, ainda mais tendo a Chapada como pano de fundo.