Trilha em Imbassaí - O Toboágua

Tive a honra de ser escalado para escrever a resenha da primeira trilha oficial do Mural de Aventuras de 2014, ainda mais especial para mim porque completo agora meu primeiro ano como Muralista com as energias renovadas para mais um período cheio de aventuras.
Como de costume preparação da tralha na noite anterior, ansiedade e acordar de madrugada, pois minha carona já iria passar, e tínhamos que estar prontos ás 07:00 no posto em Imbassaí. Alguns atrasados, alguns retornando à atividade, outros em sua primeira trilha nível 4, porém, juntamos uma boa turma; tudo pronto, mas antes de partir Elsão já liga para a cozinheira de um restaurante na última parada da trilha para reservar o almoço. Rango garantido, PARTIU!!!!!
Começamos pegando um pouco de asfalto na direção de Diogo e logo entramos para o barro; no início estradão, areia e subidas técnicas que deixaram o pedal um pouco travado, mas foi um bom aquecimento, e logo vieram as descidas  rápidas e também técnicas com diferentes terrenos, até em um ponto que dava para passar com as bikes pelo barranco numa das curvas (rolou o wall walking), terminando essa parte em um single em descida com curvas bem fechadas, BORA MURAL!!! Todos estavam bem preparados e seguimos num ritmo forte pelo estradão, tanto que uma camionete teve dificuldades para ultrapassar o pelotão da frente que passava em alta pelos quebra-molas. Enfim, chegamos ao primeiro ponto de abastecimento, até aqui o clima ajudou, mas agora o sol já se mostrava com toda sua majestade, todos aproveitaram para descansar, caprichar na hidratação, comentar sobre a beleza do local e resenhar é claro.
Findado o bullying seguimos em alta pelo estradão em direção a um singletrack muito rápido, mais adiante paramos em um riacho no qual criaram uma espécie de piscina de água corrente, com o calor que fazia quase todos partiram logo para o mergulho, ficamos de fora apenas Tiagão e eu. Muita resenha, gargalhadas e descanso merecido, até que Renato Sapiranga, o espírito mais jovem na trilha, resolve fazer de uma tubulação, que permitia a riacho atravessar a estrada, um toboágua; logo depois várias outros entraram na onda como Carla, Kichute, Cerqueira, teve até filmagem onboard, show. Todos já frescos (exceto Tiagão e eu) partiu!!!!! O pedal seguiu no ritmo Mural Brocação por lindas paisagens, até que em um ponto gritei para Cerqueira: BROCAAAA!!! e ele responde: não posso, tenho um apelido à zelar, só broco no CTM, (KKKKKKKKKKK) quase paro de tanto rir, esse apelido ele não perde mais, virou “o” brocador de CTM mesmo. Mas como dizem, quem ri por último ri melhor, mais à frente fui inventar utilizar um quebra-molas como rampa para um salto, e é claro que deu merda, levei aquele tombooo; terreno comprado e muita risada, corri logo para ver a bike e só então verificar se havia me machucado, mas por sorte neste momento não estávamos tão rápidos e saímos ilesos.
O pedal continuou ainda mais forte por uma fazenda de eucaliptos e por dentro de uma área de mata atlântica, frequência cardíaca lá encima e muita diversão, parávamos em alguns momentos para agrupar e fazer fotos, seguimos por uma estrada de cascalho cercada pela mata com descidas muito rápidas com curvas fechadas que exigiu muita técnica, porém o ritmo não diminuía, subidas e descidas depois chegamos a uma sede de fazenda muito bonita e bem cuidada, já conhecida por alguns que pedalam por Sapiranga, onde encontramos sombra, banheiro e um lugar para descansarmos um pouco, essa era a última parada antes do almoço, sentamos, rimos bastante dos acontecimentos da trilha, mais fotos e seguimos rumo a Malhadas. Não demoramos a chegar, e como combinado o almoço nos esperava, na verdade eu e mais alguns Muralistas já havíamos decidido voltar mais cedo para Salvador, seguimos pelo asfalto por cerca de 8 km, passando pelo maravilhoso mirante à beira de estrada antes de voltarmos ao nosso ponto de partida.
Obrigado e parabéns a todos que participaram e aos desbravadores que mapearam essa trilha no final do ano passado. Uma trilha muito completa e muito bonita, me diverti muito, com certeza estarei presenta à próxima edição. BMMP!!!!! Giulyano Lima.
VEJA O VÍDEO ABAIXO. LIGA O SOM!
CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR





























































































4 comentários:

Ed Bala disse...

Essa do toboágua foi muito bom,tinha que ser a galera do Mural de Aventuras.Preciso voltar as trilhas logo...

Antonio Cerqueira disse...

Rapaz, aquelas subidas deixaram muita gente mortinha, algumas bikes sendo empurradas, que coisa hein...rsrs. Valeu Giu! ótima resenha, o importante é participar, mas se for brocador melhor ainda, não importa se é de CTM...
Afinal vc tb é Brocador...de quebra-molas! kkk. Bora Mural !

Antonio Cerqueira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Giulyano disse...

Kkkkk, minha especialidade agora, salto quase mortal em quebra-molas. Foi show essa trilha, as fotos estão massa. BMMP!!!!!!