CTM Paralela de Carnaval

O CTM Paralela de Carnaval foi uma festa dentro do circuito da folia da nossa cidade! A alegria por onde passamos foi marcante e durante todo o trajeto muitos bikers foram se integrando ao grupo. Ao chegar no Farol da Barra estávamos com uma grande participação! Chegamos até o Largo do Pelourinho, pedalamos pelas ruas estreitas e repletas de pessoas que a todo o momento saudavam a nossa passagem.  Parabéns a todos que compareceram ano que vem tem mais!!!
CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR












Trilha do Casório - Cachoeira

Dentre a programação do Casamento de Rei, estava um pedal no sábado de manhã nas proximidades de Cachoeira, cidade do Recôncavo Baiano. Seria um pedal leve e rápido para que o noivo não ficasse “cansadinho” para a cerimônia, festa e lua-de-mel que seria logo depois a noite.
Bem, o pedal foi até rápido, mas para ser leve aí foi outra história! Quem conhece Cachoeira sabe que lá só tem ladeira, então o que era para ser um “regenerativo” tornou-se uma corrida contra o tempo. Como saímos tarde, rapidamente deu meio dia. Foi nesse momento que a noiva ligou para o celular cobrando a presença do noivo em um ensaio da cerimônia. Então o jeito foi “brocar”em alta por uns 10km até Cachoeira, ufa!!!
Ao chegar em Cachoeira, enquanto o noivo foi ensaiar e Josa se retirar para um descanso em seus aposentos na pousada, Serjão, Seba (Marcelo) e eu (Elsão) fomos tomar umas em comemoração ao casório! Depois de várias cervas e camarão ao alho e óleo, alguns convidados começaram a chegar e a sentar na mesa conosco, como foi o caso de Popó, Hélio Rodriques, Rodrigo Cachoeira,  JP e Tiagão. Show!
Quanto ao Casamento, aí é uma outra resenha!!!!
Parabéns Vanessa e Rei pelo casamento, que vocês sejam muito felizes!!! Bora Mural!!!!
CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR


























Trilha do Barro Bike - Candeias

Seguindo umas das propostas do grupo que é de se integrar e confraternizar com outros grupos, marcamos um pedal com DO BARRO BIKE, grupo de Candeias, cidade que este que vos escreve, nasceu e foi criado. Mas vamos ao que interessa.
Marcada a data, lá vamos acordar às 4h da manhã, para que esteja tudo preparado na hora que meu camarada que ia me dar a carona chegasse, na viagem já foi uma parte do dia muito boa, pois serviu para conhecer melhor alguém que convivo a pouco tempo, mas se mostrou uma pessoa de caráter firme. Depois de uma breve parada no posto, saímos todos juntos para Candeias, na chegada os biker´s  DO BARRO já estavam nos esperando, no tempo que ficamos esperando alguns retardatários, retirei minha bike rapidamente do carro e fui rever um local frequentado por mim quase que diariamente, durante muitos anos de minha adolescência e também depois de adulto, fui na academia do Saudoso MESTRE CARDOSO.
Começando os preparativos pra sair, conversa blá blá, to cansado, só pedalo há 1 mês, e tal, a velha conversa dos grupos que está manjada e ninguém come mais nada, tiramos as fotos como de costume, os agradecimentos ao grupo por nos receber em sua cidade e trilhas, e partiuuuu!!!
Candeias é uma cidade conhecida por ter um relevo muito particular, ou se está subindo ou descendo, e começamos subindo bem de leve, depois fomos na Ladeira do Cruzeiro, indo parar no ponto mais alto da cidade, vista para a praia e o trabalho de Thiagão srsrs, depois que subimos a primeira montanha que lembrou as ladeiras da Jiboia, chegamos numa praça, e uma mesa com frutas nos esperando, surpresa nota dez pra começar bem o dia. Terminadas as frutas, PARTIUUUU! Descemos em alta até a entrada da cidade e cada rua que íamos passando ia passando vááários filmes na minha cabeça ehehee, começou a
estrada de barro e vamos limpar os pneus, iniciamos por um single track bastante apertado com folhas e espinhos no rosto, braços, mas continuamos em alta até a primeira subida e lá alguém larga pra Elson, lá tem uma ladeira que só você sobe, pronto ferrou tudo, lá vamos nós e quando chegamos o lugar tinha lá suas dificuldades mas nada intransponível, Elsão , brocou a ladeira, Kicute brocou também, se teve mais alguém não vi pois estava resenhando com os DO BARRO, agora uma descida em single que descemos em alta, e aparece a primeira poça de lama, vixe tem uns DO BARRO “não generalizando”que tem nojinho, isso pônei maldito mesmo, com medinho de sujar a bike, kkk foi tanta pressão que os coitados se jogaram nas outras poças que vieram, nessa de brocar em alta, alguém comprou um terreno, coisa pouca, pra construir uma residência bem simples, mas..... Bizerider bom negociador de terras que é, mais uma vez comprou um terreno enorme, deve ser para construir um condomínio, pois teve de pagar com um pedaço do braço.
Seguimos na trilha sempre em alta e mais gente compra terreno, esperamos  bastante, pois pelo visto não tinha escritura e demorou pra acertar a documentação, seguindo na trilha saímos no local que é o inicio da nossa trilha BOCA DA MATA, atravessamos a trilha e seguimos até chegar numa praia na beira da lagoa, que atravessamos quando fazemos boca da mata, tiramos foto entramos na água pra resfriar um pouco, pois o sol já tinha começado a castigar em alta, e voltamos. Lá CHUMBINHA resolve comprar um terreno na beira da lagoa, mas foi coisa pouca pra residência mesmo, na volta foi tanto pega que parecia mais uma prova de MTB a galera DO BARRO está de parabéns pois levou tudo como deve ser na esportiva e diversão de eu te broquei e tal, vou te pegar meu tio, avô bla bla bla, a volta teve um trecho de asfalto de uns 3 km que foram feitos em alta srsrs, não conseguiram brocar o tio, mas ficaram várias promessas, portanto tenho de manter os treinos em dia.
Não posso deixar de falar do delicioso feijão, melhor feijoada, servida no restaurante de nosso companheiro Muralista Adriano Candeias. Estava divina! O pessoal caiu matando!!! DO BARRO BIKE, muito obrigado pela recepção e até a próxima. Josué Motta.
CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR