Desafio da Serra da Jiboia 8 - Parte 1

Todos que já participaram ou não, sabem que o Desafio da Serra da Jiboia é a trilha mais difícil do Mural de Aventuras, e quando foi anunciado o Desafio 8 informando que seriam 2 dias, com uma distancia maior, passando por lugares diferentes, sabia que essa aventura seria a oportunidade de conhecer e superar meus limites!
Após algumas desistências, ficaram 8 participantes (Kichute, Elson, Rei, Uelton, Giu, Tiagão, Bezerra e Malandra). Partimos à noite para Santo Antônio de Jesus, e no dia seguinte nosso percurso previsto para o primeiro dia seria chegar à cidade de Santa Terezinha, onde iríamos pernoitar em uma pousada. Ao iniciarmos o pedal, a Jiboia já dava seus primeiros sinais do que encontraríamos pela frente (MUITAS LADEIRAS E DESCIDAS muito longas), mas o sofrimento era recompensado com paisagens lindas.
Tive a oportunidade de conhecer a “Matinha”, a subida da “cachoeira” e o “Downhill da Samambaia” (onde tomei primeiro capote violento) rsrs, mas foi uma das descidas mais emocionantes de todas as trilhas que já participei! Estávamos no início da tarde quando paramos para almoçar no conhecido “Bar da Farofa” para repor as energias. A queda que havia levado, começou a doer muito, e por sorte “Giu”(que é o fisioterapeuta do Mural), conseguiu aliviar as dores que estava sentindo.
Ainda tínhamos que subir a serra pela segunda vez, e por um caminho diferente. No caminho passamos na “Casa do Tio de Popó” para nos abastecer de água e chupar umas laranjas. Quando começamos a subir a serra, já era noite, e quando mais precisei da minha lanterna, as pilhas acabaram exatamente na descida da serra! Como consequência tomei mais um “capote”, e felizmente mais uma vez, não me machuquei seriamente (rsrs).
Faltavam poucos quilômetros até o nosso destino, e ao chegarmos fomos direto a nossa recompensa (um jantar caseiro especial), na pousada de “Zé Galinha”, e em seguida para o nosso merecido descanso na pousada, para conseguir retornar no dia seguinte. Kichute.
CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR












































































Um comentário:

Rei disse...

Eu achei que o senhor Paulo Brown, vulgo "kichute" ou "Pão", como vcs preferirem, esqueceu muitos detalhes dessa incrível aventura. Principalmente a metodologia utilizada por Giu em aliviar as dores que o coitado do kichute sentia... deixo aqui a curiosidade da galera para saber como foi!!!
No mais, já já estamos lá novamente!!! Que venha a Jiba!!!