Ciclo Aventura Costa do Dendê - Parte 1

Olá turma,
O que esperar de uma aventura que envolve praias paradisíacas, citytour, passeios de barco, galera alto astral, muita “hidratação”, frutos do mar, chuva, sol, areia, manguezal, asfalto, banho, nado, mergulho, peixinhos... combinado com o que mais gostamos de fazer que é BROCAR sobre 02 rodas? TUDO! e foi o que aconteceu !!
Nosso amigo Julio de Jacobina e eu fomos pegos de surpresa por Elson quando estávamos num total relax (já no 2º dia), em plena contemplação nas piscinas naturais de Boipeba, que iríamos ser os resenhistas dessa Ciclo Aventura. Eu no 1º e ele no 2º dia.
Essa é a minha 2ª resenha no Mural de Aventuras, mas a 1ª como legítimo Muralista! Dessa vez acho que fui escolhido não pelo sufoco (como na 1ª resenha), mas pelo que curti e aprontei ! rsrs
Nossa aventura começou bem antes que nossa viagem de carro até Valença/BA, quando fomos incluídos no zap zap do grupo COSTA DO DENDÊ: “Você entrou no grupo”...Muitas resenhas e alguns questionamentos, mas isso é um segredo só nosso... hehe
Nossa viagem de carro começou na sexta à noite saindo do rei da pamonha até Valença/BA. Daí ficaram marcados a fuga de Popó e Guido, o salto em altura do carro de Herrera sobre o quebra-molas e a indisposição intestinal de Elson (adubação da mata registrada em fotos pelos mui amigos!)
Sábado às 5:30h da madruga partimos da pousada rumo ao atracadouro de Guaibim/BA. Comboio de bikes pela estrada em fila indiana ou em duplas sob forte chuva (o clima bateu certinho com as previsões infalíveis de SERJÃO!). Se rolasse avanço de meia pista, zig-zag, ultrapassagens indevidas tomava logo uma regulagem de Rei. Coordenador prezando pela segurança de todos ! Mais ou menos neste trecho ocorreu um estalo “track!” na bike de Sabrina. Foi o seu 1º raio quebrado do dia! (dizem as más línguas que foi a maldição da mochila emprestada de Pesquero...kkk)
Chegando em Gamboa após a travessia de barco, seguimos rumo ao centro. Foi quando rolou um mini perdidão (ou perdidinhos...), pegamos informações com nativos e seguimos uma trilha íngreme com barro molhado, vários trechos de empurra bike, até a chegada à área central. Daí a pé atravessando as ruas principais de Morro de São Paulo e despertando a curiosidade dos transeuntes locais. 1ª parada para “hidratação” numa barraca da 2ª praia (a mais famosa de Morro). Thiagão, Ed e Kichute ficaram na coca-cola mesmo... Seguimos pedalando pela areia da praia no sentido à Enseada (quase escondida...) de Garapuá. Rolou então um 2º “perdidinhos...”, quando adentramos um manguezal sem fim, ora pedalando, ora com as bikes no braço e ora brocando os poções d´água...trilha novamente reconhecida e chegamos em Garapuá. Estacionamos LITERALMENTE no Kiosk do Capitão PIPOCA para desfrutarmos de tira-gostos (casquinhas de ostra) e refeições à base de camarão, LAGOSTA, peixe e muita “hidratação”. Todos se deliciaram, exceto ED que estava com uma urucubaca gastronômica nesta aventura. Não tinha lagosta pra ele! Como consolo liberamos um caldinho que sobrou das nossas lagostas. Ficamos “de boa” até que a maré (que já estava alta) começasse a baixar para seguirmos a nossa aventura até Boipeba. Alguns resolveram se jogar no mar novamente.  Já estava anoitecendo, colocamos as nossas lanternas e piscas (alguns mais prevenidos com corta-vento, olha aí o check-list...) e seguimos num espetacular passeio de bikes (brocação em alta!) por toda a enseada até a chegada ao barco (que já estava a postos nos esperando). Ponto pra organização do MURAL ! Quebrou-se então o 2º raio de Sabrina! - Na moral Iane, aquela expressão “OS RAIOS QUE O PARTAM” nunca esteve tão presente com vc!!! Mas brocadora como é, seguiu assim mesmo (meio tristezinha, é verdade)... À noite, todos tomados banho e com nossas camisas padronizadas confeccionadas por João Vitor (Tripa), fomos pra pizzaria. A minha camisa foi a premiada, não é verdade JV? Todos novamente se deliciaram, exceto ED que teve que comer uma pizza com sabor diferente da que pediu...
Seguimos para o 2º dia, o sol resolveu dar o ar da graça, mas aí já é uma outra história...
Gostaria de agradecer a companhia dos ilustres Muralistas que participaram dessa aventura: Sabrina (brocadora de trilhas & raios), Peu (companheiro de quarto, tá ligado?), Popó e Guido (Pai e filho figuraças), João Lotto (paulista), Serjão (expedicionário, músico e funcionário do climatempo), Plech (Guido sabe o apelido dele), Guga, Herrera, Kichute (Um Pão!), Ed & Thiagão, João Vitor (empinaaa !!!), Beto (modelo), Julio & Rogério (dupla de Jacobina), Rei (o mais novo casado) e Elsão (Celson...)
Ciclo-turismo é para os outros... no Mural é Ciclo-Aventura ! Bora Muraaaal !!! Antonio Cerqueira (SELF).
CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR















































































































































7 comentários:

Iane Sabrina disse...

Que saudade dessa aventura! As fotos estão demais. Bora Mural!!

Anônimo disse...

Beto Limoeiro, disse

Cerqueira, a resenha ficou massa, a sua cara, valeu, só estou em dúvida de qual foi a previsão do tempo. rsrsrsrsrs

Ricardo Popò disse...

Cerqueira, sua resenha foi fiel demais , e esta turma é ímpar e impagável. Fotos de primeiríssima qualidade mostrando toda a beleza da região , tem umas fotos que com certeza pedirei ao Elson pois vou transformar em quadros para minha casa no local que receberei meus amigos. Mural é Mural , e claro Elson que além da efetividade e eficiência na programação nos brinda com registros eternos. Parabéns BMMP!!!

Ricardo Popò disse...

Cerqueira, sua resenha foi fiel demais , e esta turma é ímpar e impagável. Fotos de primeiríssima qualidade mostrando toda a beleza da região , tem umas fotos que com certeza pedirei ao Elson pois vou transformar em quadros para minha casa no local que receberei meus amigos. Mural é Mural , e claro Elson que além da efetividade e eficiência na programação nos brinda com registros eternos. Parabéns BMMP!!!

Ed Bala disse...

Caldinho que sobrou das nossas lagostas né cerqueira...kkkk resenha show!

Guga Freitas disse...

Essa aventura ficará para história.
Muito massa.
Valeu Self

Rei disse...

Qualquer aventura do Mural é imperdível... mas as ciclo-aventuras, mini-expedições e expedições, só quem vai sabe o que é!!!
A resenha ficou show de bike, Cerqueira, vulgo Selfie!!!
As fotos são lembranças eterna mesmo!!!
Valeu Mural... orgulho de ser eleito coordenador do ano mais uma vem!!! heheheheheh