Perdidão Emboracica - Litoral Norte

Pra quem não sabe, é neste tipo de aventura que o Mural mapeia novos caminhos, muitas vezes precisamos achar as saídas das matas, caminhos para atravessar rios e alagados e muitas vezes ficamos no PERDIDÃO da floresta !! Tudo isso para alimentar ainda mais o nosso farto calendário anual com caminhos cada vez mais inéditos.
Desta vez a região a ser explorada foi entre Arembepe e o povoado de Emboracica.
Logo na ida encontramos o Muralista Plech na linha verde, indo pro ponto de encontro já pedalando e no aquecimento com sua Bike com relação 1x11, muito bonita e arrojada, diga-se de passagem.
Agrupados, éramos quatro desbravadores: eu (JP), Elson, Beto e Plech, e logo partimos em direção a mata ! Terreno molhado, técnico e pequenos singles tracks deram logo o ritmo do pedal, com um buraco do esparro dentro de um riacho que quase me afunda até o pescoço que me rendeu muitas fotos, gozação e essa resenha como prenda!
A partir dai tudo novo! Campos cobertos de orvalho que parecia neve e uma trilha com um tipo de cacto pequeno que tínhamos de desviar pra não destruir a planta nem furar nossos pneus! Até ain, por estarmos num grupo pequeno e homogêneo, conseguimos imprimir um ritmo forte na pedalada  até que chegarmos em um pequeno rio de águas bem escura que nos deu muito trabalho para achar a travessia e para cruzar por ela com as bikes já que a “ponte” era apenas uma madeira “bamba” submersa L.  Não tive duvidas, entrei no rio com água, gelada, até o peito fui recebendo as bikes de Beto, passando para a Plech, que se instalou na pequena ponte, que por sua vez passava para Elson na outra margem. Em fim tudo certo. Partimos e a frente encontramos uma água represada por uma extração de calcário desativada. Fizemos uma fotos parecendo ser um lugar bonito e chamamos de Lagoa Azul, só pra tirar sarro com a galera, pois na verdade se tratava de uma degradação ambiental. Depois da fotos um rapidíssimo lanche e muito pedal, saímos na estrada que nos levou a represa de Santa Helena, e de lá, para um sarapatel em Monte Gordo para depois, com a barriga cheia, pedalar uns 15km de volta ao ponto de origem em Arembepe. No final mapeamos mais uma bela trilha que em breve estará em nosso calendário ! Bora Mural ! Parabéns Galera ! Abraços João Paulo - JP.
CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR