Corujão 11 - As 7 Maravilhas e o MIMIMI

Mais de 4 décadas bem vividas...Aprox. 35 anos que já sei pedalar equilibrando sem as “rodinhas” (rsrs)...Tanta “experiência” em cima de uma “magrela” mas sempre há algo novo a fazer ou aprender no universo da bike ! Foi então que resolvi encarar esse Corujão 11 ! Imaginar pedalar durante uma noite inteira, varando a madrugada até o raiar do dia (e mais um pouco...) e ainda por trilhas escuras, mata fechada, desafiando o sono e o cansaço, no meio das fazendas e florestas, sendo ainda uma trilha inédita pra mim (as 7 Maravilhas da Linha Verde) foi o motivo maior pra eu me jogar nessa “aventura louca” !
Agrupados às 20:30h numa sexta-feira: As Carlas (Dias e Guimarães), os Lucas´s (Malandra e ex T-Type), Peu e eu. Kadjon e Odilardo (os aspirantes a expedicionários) pegaram a gente na estrada em alta até o encontro de Elson que nos aguardava no entroncamento de Imbassaí.
Fui escolhido pra resenhista da trilha antes mesmo do início da mesma, pelo fato que ainda não tinha participado nem de um corujão e nem das 7 Maravilhas ! Matei 2 coelhos numa paulada só ! hehe...Como é bom experimentar coisas novas, não é verdade ?! (mas nem tudo, diga-se de passagem...rs)

Giramos em direção à Itanagra/BA. A trilha logo se mostrou com estradões com muitos trechos em areia fofa e alguns singles tracks com mata fechada. Malandra, que já estava com sono antes mesmo da trilha começar, e eu resolvemos baixar a calibragem dos pneus, estavam afundando na areia! Parece que Malandra tinha colocado umas 50 libras !! rs
O grupo foi bastante compacto e numa boa cadência, afinal que era “doido” de ficar pra trás naquela escuridão e podendo ainda se perder no meio do mato?? O campo de visão era mínimo, somente ao alcance das lanternas. Passávamos pelas fazendas e os cachorros latiam pra valer! Não estavam acostumados com aquilo !! kkk...Tiveram momentos em que eu ficava dando uma espiada básica para apreciar o céu estrelado e logo era ultrapassado pelos “brocadores de plantão” e ficando até em último...mas qdo via que não tinha mais lanterna acesa vindo de trás partia a mil e retomava a frente! rsrs
Tiveram tb os problemas nas bikes: Peu e Lucas com as pastilhas de freios e paradas para substituição. Elson com seu cubo estalando (de novo!) e o mais grave: O câmbio de Carla (Pimentinha) que se contorceu numa subida daquelas, partindo tb a corrente. Essa foi a parada mais demorada. O conserto ficou a cargo de Elson. Malandra aproveitou pra uma soneca...kkk   Bike arrumada, partiu ! Elson estava somente com o GPS do cérebro, pois o garmin ele não levou. Trilha que segue chegamos aprox. às 01h da madruga em Itanagra para a nossa ceia. Carne com legumes, frango assado, feijão, arroz, farofa, salada, pimenta, uma delícia ! Pausa de 10 min. prum cochilo de Malandra e Partiu !
Alguns colocaram seus corta-ventos, pois bateu um friozinho e estávamos com meias e sapatilhas molhados por travessia de rios. Rolou até uma neblina, mas logo veio o calorão de novo depois se umas subidas malvadas após a ceia... Barril !! Tinha trechos de singles tracks com mata muito alta, não dava pra enxergar nada! Só passava tranquilo pq sabia que o parceiro da frente já havia passado...
Após muita trilha no meio da escuridão eis que o sol apareceu em plena travessia da “ponte do rio que cai”...um a um fomos atravessando numa tarefa difícil de equilíbrio sobre o tronco de madeira com a bike no ombro. Ponto alto dessa aventura! Mais sequência de subidas e então o já ofegante Lucas suplica para Elson: “Pô Elsão, vamos encurtar a trilha, já é dia, o sol rachando na cuca, desse jeito só chegaremos ao meio-dia” e então o “Profeta” Elsão sobe num morrinho em meio à floresta de eucaliptos e pronuncia em voz alta: “QUE COMEÇE O MIMIMI !! “...kkk, a gargalhada foi geral ! E nada de encurtar trilha !
Seguimos até a chegada na rodovia (Linha Verde) e giramos em alta até o ponto de partida aprox às 7h da manhã.
Conclusões: 

A noite é pra ser dormida, mas pode muito bem ser curtida !!
A linha verde tem 7 maravilhas ! Descubra-as !!
E o Mural é 1000 grau e nada de MIMIMI !!! Antonio Cerqueira (Cerca)

CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR












































































































6 comentários:

Plech disse...

Aí galera show de bola esse corujão!!!
Cubo quebrado de novo Elsão? Não pode quebrar nos Andes.
Cerqueira resenha massa. Malandra aproveita qualquer minuto pra tirar uma soneca, incrível rsrs

Giulyano disse...

Massa, corujão maravilha. Só faltou o vídeo do profeta do mimimi. BMMP!!!!!

Elson disse...

Cerca, muito boa resenha! Sempre estamos vivenciando novas experiências, nenhuma aventura é igual a outra. Parabéns a todos Corujões que encararam essa aventura! Bora Mural!

lucas Rocha disse...


Bora acabar c esse mimimi....rsrs Larga o video hehehehe

Rei disse...

Porra, sacanagem... perdi... na próxima eu colo!!! Mas estou surpresa com a idade de Cerca, apenas 4 décadas?? Tá mal então, pensei que já estava nos cinquentinhas... MIMIMI!!!
Cerca, sou seu fã... quando eu estiver velho que ser brocador igual a vc, mas sem barriga!!! Abração.
BMMP!!!

Antonio Cerqueira disse...

Pois é Plech: Muitas bikes detonadas nesse corujão...Malandra deve ter tomado sonífero ao invés de cafeína...
O vídeo da profecia do MIMIMI tá postado no face depois da solicitação de Giu e pra azar de Lucas...rs
Elsão: O Corujão é uma experiência bem diferente, TOP !
Rei: Tô com 42 aninhos mas com carinha de 35 !

E Bora Mural que os 3 faróis vem ai ! Já é tradição ! Participem e chamem seus amigos!!