Trilha da Tiririca - Novas Vítimas do Buraco de Esparro

Trilha da Tiririca. Desde que me tornei Muralista, quase todo sábado de manhã bem cedo, recebo o famoso "Partiu" no meu whatsapp. Estranhei esse sábado não ter tido. Peguei uma carona com Lucas e, como não conhecia a trilha, um dia antes perguntei se era melhor ir de calça, e a resposta dele foi que, essa é a única trilha que Elsão vai de calça. Achei melhor não contrariar a regra.
Chegamos no posto de Arembepe, alguns Muralistas já por lá, outros por chegar. Uns dois chegaram de bermuda, ainda disseram que não tinham frescura com um "matinho" nas pernas, mas logo foram convencidos e compraram uma calça na loja móvel do Mural.
Antes de iniciar a trilha, um breve relato da Ciclo Aventura da semana anterior, e Elson perguntou quem nunca tinha feito a trilha. Aquilo não me parecia uma pergunta com a melhor das intenções, mas enfim, braços levantados e ele falou que num determinado momento ia pedir para os "novatos" o seguirem. Dito isto, PARTIU!!!!
Poucos Kms percorridos e o primeiro pneu furado, "Elite" já garantindo a primeira coca-cola. Enquanto o reparo era realizado, escutei Elsão conversando com Renato, conversando não, tramando algo. "Vou puxar eles pra o lado tal e você diz que o caminho é esse mesmo". E foi assim que fomos guiados e apresentados ao famoso “Buraco do Esparro”. Jampa foi o primeiro, e creio que suas últimas palavras foram: "Oxe, é só isso aqui?". Resultado: Lama até o meio dos peitos, muitas risadas e resgatamos meu conterrâneo. Cada um que passava atolava um pé ou dois, ou até a perna inteira, rendendo muitas risadas. Josa quase que perde a sapatilha pro buraco. Por fim, faltava nosso coordenador geral passar. Jampa logo se prontificou a ajudá-lo, puxando a bike em qual Elson se apoiava, e lama pra ele também. Depois de todos batizados e rebatizados no esparro, trilha que segue.
Não demorou muito para o pneu de Jampa furar. Quem mandou derrubar o coordenador na lama?! Mais uma coca-cola garantida e partiu. A trilha tem umas ladeiras bem legais, tanto subindo quanto descendo, bem técnicas. E com a chuva que caiu na madrugada, eles estavam mais pra sacanas que pra técnicas. Se travar o pneu, é chão. Chegamos então no “Ofurô do Mural”. Chique demais, uma pausa numa piscina daquelas, é pra relaxar legal. Teve gente que acabou relaxado demais...
Depois de seguir mais um pouco, parada pra hidratar, e eu posso assegurar que NUNCA uma guaraná schin foi tão gostosa. Dali faltava pouco, só mais duas ladeiras, disse Elson complementando que em uma delas ele ia filmar a galera subindo, pra dar umas risadas. A mulesta da ladeira quase não tinha fim, mas uma hora chega no topo. Dali, era asfalto pra chegar na BR, bikes nos carros e estrada pra casa.
Bem, de certeza não deram esse nome para a trilha após o ilustre deputado palhaço cearense, mas com certeza a trilha rendeu boas risadas. Arthur Araújo.
VEJA O VÍDEO ABAIXO. LIGA O SOM!
CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR











































































5 comentários:

Zé bezerra disse...

Não fui mas ri tanto com a passagem do buraco do esparro, foi como se estivesse lá! Muito legal! E esse fotógrafo cada vez melhor. Parabéns a todos os integrantes dessa aventura. BMMP!

João Paulo Ribeiro Junior disse...

Huhuhu trilha massa ! Arthur show de resenha !! Bira Mural !!!
JP

Plech disse...

Essa trilha é muito massa. Jampa até hoje eu dou risada de você querendo andar e afundando na lama. Kkkkk

lucas rocha disse...

Ate a bike de jampa sobrou no buraco do Esparro...

Rogério Fernandes disse...

Me surpreendi com essa trilha! Muito show!!!! Sem contar que nunca dei tanta risada na minha vida! Parabéns Arthur pela resenha!