Artigo: A Medicina Esportiva e sua Utilização Frente aos Planos de Saúde

Cada vez mais as pessoas estão investindo na saúde. Diante disso, procuram ter uma alimentação saudável e praticar exercícios regularmente. No entanto, além de cuidar da alimentação e praticar esportes, você deve consultar um médico.
Atualmente, existe o que chamamos de medicina esportiva, principalmente nos planos de saúde, mas nem todos sabem que possuem esse direito com o plano de saúde e deixam de cuidar da saúde antes que a doenças apareçam. A verdade é que há formas de evitar as doenças e uma delas é a prática de esportes. Vamos entender melhor do que se trata e como os planos de saúde agem quando precisamos desse tipo de medicina.
A medicina esportiva
De antemão, as pessoas acreditam se tratar de uma medicina voltada para atletas e pessoas com perfil mais esportivo. No entanto, a medicina esportiva é voltada para o tratamento e acompanhamento médico investindo em exercícios físicos. Para esta equipe, os exercícios físicos são capazes de transformar o corpo das pessoas, não possuem restrição etária ou mesmo de peso.
Se você ainda não entendeu porque a medicina esportiva é feita por uma equipe, fique calmo. Acontece que são muitas especialidades reunidas para melhor tratar o paciente. São ortopedistas, nutricionistas, endocrinologistas, cardiologistas e outros médicos e profissionais da área da saúde que trabalham juntamente pelo bem-estar do paciente - esportista.
Como encontrar profissionais que fazem parte da Medicina Esportiva?
Interessou-se em buscar apoio da equipe de medicina esportiva? Fique atento, pois muitos planos de saúde disponibilizam em seu quadro médico essa equipe. Porém, para conseguir se consultar não é tão simples assim. Lembre-se de que como é um procedimento que envolve muitos profissionais, para os planos de saúde nem sempre é vantajoso - quando falamos no custo - afinal, são vários médicos que um paciente terá que se consultar.
Por outro lado, encontramos muitas vantagens na medicina esportiva para os planos de saúde. Mesmo precisando disponibilizar mais médicos para o atendimento de seus pacientes, quem faz esse acompanhamento têm menor risco de aparecer em atendimentos de emergência ou mesmo de desenvolver doenças oriundas do sedentarismo.
Ainda temos a diminuição da hipertensão - a famosa pressão alta -, da diabetes, do colesterol e outras doenças crônicas. Lembre-se que há um acompanhamento mais rigoroso e, por isso, o tratamento antes do agravamento faz com que os custos sejam menores. Tratamentos ortopédicos também caem, afinal, não haverá custos comuns para quem não pratica exercícios regularmente.
Portanto, para os planos de saúde é muito bom que os pacientes comecem a utilizar a medicina esportiva como uma constante, já que a prevenção é uma forma de diminuir os valores dos planos. Principalmente, se a meta desses pacientes é prevenir problemas futuros, que possam vir a gastar muito mais que somente essa prevenção.
Vale ressaltar que a medicina esportiva indicará exames iniciais para saber como está a saúde do paciente, e cada médico irá indicar o tratamento ideal para este, assim como os outros profissionais da área da saúde que irão indicar uma dieta, no caso do nutricionista ou uma fisioterapia.
A medicina esportiva é muito válida para quem deseja mudar de vida. Aproveite e pesquise junto a seu plano por onde você deve começar e deixe de lado o sedentarismo para cuidar melhor da saúde!



2 comentários:

Giulyano disse...

Legal a iniciativa, postar artigos relacionados a atividade física, muito bom

Elson disse...

Olá Giu, esse foi o primeiro teremos mais! Vlw!