DESRESPEITO A CICLISTAS E CONFUSÃO NO FERRY BOAT DE SALVADOR

No último sábado (07/11/2015), o Mural de Aventuras ao tentar ir de ferry boat para mais uma trilha na Ilha de Itaparica, passou por uma situação bastante ruim que será relatada abaixo.

A companhia Internacional Travessias Salvador, responsável por esse transporte, passou a cobrar R$16,00 por bicicleta, sem disponibilizar da infraestrutura necessária ao correto translado nas mesmas na embarcação. Sendo assim, deitamos nossas 17 bicicletas e passamos a ocupar o espaço destinado a três automóveis pequenos, um veículo desse porte paga R$51,00 no final de semana.

Como comparação, 17 bicicletas gera uma receita de R$ 272,00, enquanto 03 carros pequenos pagam R$ 153,00 pelo mesmo espaço que ocupamos, um valor 43,75% menor. Lembramos também, que em transportes marítimos, uma importante variável que deve também ser levada em consideração para o cálculo do valor é o peso. Enquanto um carro pequeno pesa em média mais de 1.000 quilos, uma bicicleta fica em torno de 15. Ou seja, um carro tem o peso de aproximadamente 70 bicicletas. Aí vem mais uma questão, o valor de R$ 16,00 por bicicleta também é abusivo!!!

Voltando ao ocorrido, após deitarmos as bicicletas, fomos surpreendidos pelo sistema de som da embarcação em que dizia que a viagem não seria iniciada enquanto as bicicletas não fossem retiradas do local em que estávamos ocupando, havia uma clara intenção de mobilizar os demais passageiros contra os ciclistas que lá estavam. A situação ficou dramática, enquanto permanecíamos no local, passamos a sofrer hostilização através de gritos, xingamentos e ameaças por parte de muitos passageiros. Como a nossa intenção não era polemizar ou atrapalhar o correto andamento da viagem, começamos a esclarecer às pessoas o motivo da nossa ação e depois de muito esforço passamos a reverter a situação em pequenos focos, compostos por aqueles que se predispuseram a ouvir os reais motivos da nossa causa.


Ainda na confusão, além de tentar colocar os passageiros contra os ciclistas, a Internacional Travessias também acionou a polícia que compareceu ao local e ao escutar nossos argumentos passou a manter a ordem. Lembramos que em nenhum momento um responsável de empresa compareceu ao local para tentar negociar conosco, demonstrando total desrespeito. Além de tratar o consumidor com respeito e dignidade, a Internacional Travessias deve lembrar que o transporte público é um direito social garantido pela nossa constituição e, deve ser um serviço de qualidade. A situação gerada pela Internacional Travessias Salvador foi realmente séria, colocou em risco a integridade física dos ciclistas, poderia ter gerado uma tragédia e expôs os mesmos em uma situação de extrema pressão psicológica devido ao risco eminente.

Com certeza isso não será esquecido, iremos buscar os nossos direitos frente aos órgãos competentes e nos próximos dias também registrar denúncias junto aos órgãos de controle.

Coordenação Geral.
Mural de Aventuras.

4 comentários:

Fernando Tadeu Falcão Benevides disse...

Cada vez mais orgulhoso de fazer parte desse grupo! Nessa oportunidade, exercitando, além do corpo e da amizade, a cidadania! Bora Mural!

welseman disse...

Muralistas, tive a honra de participar desse grupo que pra mim sempre foi referência quando o assunto é Bike e Cidadania! Infelizmente vivemos num país que caminha para o Quarto ou Quinto mundo, onde respeito pelo cidadão passa longe da maioria. O governo é o primeiro a dar o mau exemplo e outros seguem prontamente essa vergonha de gestão. Não deixem barato! Procurem os direitos e denunciem! Abraço e parabéns pela postura digna! Welseman Fernandes

Plech disse...

É isso aí galera, se ficarmos parados vamos sofrer abusos continuamente. Daqui a pouco vão querer cobrar pedágio, impostos, licenciamentos, até habilitação para condução de bikes. Se não dermos um BASTA vão explorar de todo o jeito o mercado crescente de bike.
APOIADO!!!
Bora Mural

Anônimo disse...

Sou ciclista 🚲 amador pedalo com uma turma sempre e concordo com atitude dos colegas não podemos tolerar isso.
Um grande abraço.