Trilha em Pituaçu - Minha Primeira Trilha com o Mural

Fiquei com a tarefa de fazer a resenha da Trilha de Pituaçu. Tarefa difícil para um biker que teve a chance de pedalar pela primeira vez com a galera do Mural.
Encontro às 6h, no CTM, como toda primeira vez, chego cedo demais. Logo surge o primeiro carro com sua bike, ufa! estou no ponto certo. Primeiro contato realizado é hora de montar a bike.
Todos prontos, galera reunida Elsão expõe a trajetória, paradas, inclusive para a tão esperada água de coco. 
Iniciamos a travessia para acesso as trilhas de Pituaçu e logo estávamos em uma fila indiana de bike, percorrendo as trilhas. Um mix de trajetos, descidas e subidas, aonde aplicamos conceitos do Mountain Bike.
Como todo principiante, alocado no pelotão do fundo é claro. Observando e quando possível solicitando dicas para os desafios.
Em fim, parada para água de coco, negociado o preço é claro, partimos para o ataque, todos saciados seguido de um breve descanso.
Partiu !!! Grita Elsão, hora da segunda parte da aventura. Seguimos caminhando, respeitando o trecho de pedestres. Etapa cumprida finalmente partimos, logo o pelotão da frente destaca-se. Um pequeno grupo no fundão, com ritmo forte e confiante da chegada.
Ops !!!! uma parada, imagino blz, um breve descanso. Que nada, tínhamos um novo desafio, subir um acesso a umas das trilhas inimagináveis do parque. Depois de muitas tentativas, avaliando o melhor porto de subida, uns venceram, outros deixaram para a próxima. Tudo sendo observado por ciclistas que passavam, tentando imaginar como aquilo era possível. 
Partimos na trilha com descidas bem desafiadoras, mas como não poderia faltar a melhor de todas, uma descida bem íngreme, um belo desafio de coragem e técnica para o grupo.
Por fim, lembrei da resenha de Cerqueira em Sapiranga. Tendo que escrever essa história, sentindo arder o braço, mas isso é outra história.
No geral as trilhas são legais e desafiantes, ideais para quem gosta de aventura e superar desafios. A galera do grupo é legal, bastante unida e com super astral. Enfim uma grande aventura e até a próxima. Herivelto Costa.
CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR













































Um comentário:

Rogério Fernandes disse...

Bela resenha Herivelto! Legal a sua integração com o grupo e identificação com esse esporte maravilhoso que é o Mountain Bike, parabéns e boas pedaladas!