Trilha do Morcego em Sapiranga - Lanternas Pifadas

As trilhas com o Mural são sempre únicas, mas a Trilha do Morcego é ainda mais especial.  É uma aventura que iniciamos o pedal de tarde e entramos pela noite onde tem muito mais emoção. Essa é uma das trilhas do Mural de Aventuras que eu faço questão de participar, mesmo estando afastado dos treinos há 8 meses, não abro mão de contemplar o por do sol na mata e de pedalar nos single track a noite, estou acostumado a pedalar nas trilhas da sapiranga, mas a noite é realmente uma sensação única!!! Pois bem, iniciamos a trilha na sede da Floresta Sustentável onde subimos para o Castelo Garcia D’avila, na verdade subimos e descemos nos single track do castelo com muita areia fofa, um pedal bastante técnico, mas com umas descidas emocionantes, dessa vez ninguém caiu na piscina de areia fofa no final da descida. No estradão da sapiranga encontramos uma mercearia e fizemos uma pausa rápida para hidratação alimentação e bate-papo e depois entramos na trilha de mata atlântica já ao entardecer puxando um pouco pra noite e aí a trilha ficou com mais emoção ainda, já é possível curtir a natureza de uma forma diferenciada, a visão vai se acostumando com a escuridão até um momento que é imprescindível o auxilio de um farol, na verdade o ideal são 2 faróis.  Quem tem 2 tem 1 e quem tem 1 não tem nenhum, na verdade esse ditado não vale para galera do Mural. Fui pra trilha com 1 farol e quando ele quebrou ganhei 2 emprestados dos parceiros Guga e Mara, esse caso será contato mais na frente.
Então vamos lá, pedalar nos single track da sapiranga a noite só com a luz do farol é uma emoção única !!! Foram 9 km de single trek e muita adrenalina, depois chegamos no estradão dos eucaliptos onde algumas pessoas do grupo estavam andando em alta, nessa trilha não consegui acompanhar devido a falta do meu preparo físico mas é sempre uma emoção única, mesmo andando atrás!! No final do estradão tem uma descida apelidada por mim de kamikaze e foi justamente nela que minha lanterna parou de funcionar quase vou parar no mato e me acabo todo... na tentativa de coloca-la para funcionar eu até tomei um choque com ela... ninguém acreditou e isso foi um dos motivo de eu ter sido escolhido para fazer a resenha!!! Kkk. 
No final da descida a galera já estava reunida para agrupar e entrar em mais um single track, foi aí que bateu aquele desespero seguir sem uma lanterna no breu completo (sem ver um palmo na frente) e aí eu fiquei no dilema o que é que eu faço dessa vez, foi então que os grandes companheiros e amigos Mara e Guga me cederam uma lanterna e diga-se de passagem muito melhor que a minha Mara me emprestou um lanterna de cabeça e Guga de guidão eu fiquei mais preparado do que eu estava antes rsrs. Partimos para mais 1 single track quando na primeira subida o pneu do mineiro mais uma vez estoura, JP como bom coordenador e batedor de fundo auxiliou o mineiro na manutenção. Tudo certo com pneu e aí partiu para mais um trecho de aproximadamente 6 km de single trek mais uma loucura total com várias descidas e subidas muito boas das trilhas de Sapiranga. Quando chegou à bifurcação reúne todo mundo novamente e para meu alivio dessa vez o percurso ficou mais curto do que eu pensava, nesse momento já tava já bastante cansado, mas eu ia colar no percurso que fosse, não ia roer a corda não, o que desse ali eu tava junto. Pegamos uma estrada de barro com o céu extremamente estrelado de retorno ao ponto de partida e nesse momento a galera partiu eu acabei ficando um pouco pra traz com mineiro, detalhe que a iluminação dele era uma luzinha pisca-pisca, já próximo do final da trilha a gente vinha conversando de repente: - mineiro, mineiro, mineiro... Quando eu olho pra traz o mineiro sumiu aí eu parei na estrada pra ficar esperando ele um pouco e nada dele aparecer aí resolvi voltar e vejo aquela luz bem fraca vindo pelo meio da estrada, quando eu paro pra ver é vem ele com lanterna do celular. Uma coisa é certa na trilha do morcegão e corujão a lanterna é o que a de mais importante. E foi assim que finalizamos a trilha de mais uma edição do morcegão é uma trilha excelente não perco por nada!! Quem não fez vale muito a pena conferir as próximas edições!! Bora Mural!! Peu.
CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR











































4 comentários:

Elson disse...

Massa a sua resenha Peu, foi possível perceber o quanto vc gosta de uma trilha noturna e a emoção que é uma aventura desse tipo.

Quanto as lanternas, fica a dica: Duas lanternas é importante, quem tem duas, tem uma! Principamente em uma descida alucinante! Rsrsrs.

Bora Mural!!!

Guga Freitas disse...

Primeira vez que fui p um Morcegão. Não perco mais por nada.
valeu Peu pela resenha, valeu Mural pelo pedal!
Show

Arthur Albuquerque disse...

Resenha massa de uma trilha top, e à noite vira uma aventura mais alucinante ainda! Só com Mural mesmo!!!

Plech disse...

Massa resenha Peu, parabéns! Vê se na próxima leva lanterna extra. kkkk