1° Dia Ciclo Aventura Costa do Descobrimento: De Prado a Cumuruxatiba

Após uma longa e cansativa viagem de quase 15 horas de ônibus, chegamos à Eunápolis, onde já estava nos esperando Luiz com sua doblo e uma carretinha (detalhe: não era apropriado para o transporte das bikes) ai vocês já imaginam o que aconteceria no percurso de mais 1h até Prado (isso mesmo...rsrs!!! Foi um festival de bikes sendo chacoalhadas, alguns arranhões, e mais algumas paradas pelo caminho para arrumar as bikes).
Iniciaríamos nossa ciclo aventura em Prado com destino à Cumuruxatiba, que fica à cerca de 42km. Galera...o mais engraçado, foi após chegar em Prado, debaixo de um tempestade daquelas, todos imaginando os quatro dias pela frente com chuva e o tempo naquelas condições!!! Mais a energia do Mural e seus participantes é tão legal, que após 20 minutos que chegamos no posto de gasolina (onde trocamos de roupa e preparamos as bikes), a chuva passou e o "solzão" começou a brilhar.
Demos um pequeno passeio pela cidade, e partimos para nosso destino pegando um estradão com algumas subidas leves. Não demorou muito para começarmos a contemplar os mirantes na beira da estrada que nos presenteavam  com um belo visual de praia com falésias de cor avermelhada ao fundo. As expectativas dos visuais que tinha na minha cabeça começaram a vir à tona. Que lugar bonito... e era só o início da nossa aventura.
Após alguns quilômetros percorridos, paramos na Praia do Tororão que possue um barraca de praia com um quiosque, que logo foi apelidada de "quiosque do mural, devido à turma da ciclo aventura passada ter parado no mesmo local. Começamos a nossa hidratação com apenas uma caixa de cerveja, e meio litro de uísque!!! É isso aí meeesssmooo!!kkkkkk. Para todo sofrimento tem que ter uma recompensa não é verdade?
Terminamos por almoçar no local, e não demorou muito para nos dar conta que já estávamos no final da tarde e precisávamos partir. É nesse momento que  iniciamos a o nosso pedal, que percebo que estou pedalando bêbado!!kkkkk!! Que sensação maravilhosa...pedalar curtindo o visual, os amigos, mais a cachaça iria me cobrar um preço por isso! E não demorou muito, para o pneu de NiNo furar, e termos que parar para consertá-lo. Foi nesse momento que aconteceu uma das cenas mais engraçadas da viagem...eu me toquei que não era só eu que estava doidão!!!kkkkkk!! Um dos integrantes (que não posso divulgar o nome)rsrs, ao tentar ajeitar sua bike e abaixar a cabeça, terminou dando de cara na terra (e pra levantar ainda deu um trabalho danado)kkkk. Só o vídeo que temos, pode transmitir com mais ênfase esse momento hilário!
Continuamos nosso pedal, já estava anoitecendo e ao pegarmos uma bifurcação que nos levaria a mais uma praia com um dos mais belos visuais  para curtimos o pôr do sol, percebi que Kadjon não havia chegado. E ao voltar para informá-lo do caminho, terminei me perdendo dele e dos demais!! Resultado...(lembram do preço que a "cana" iria me cobrar?)rsrs, terminei não curtindo o pôr do sol, tive que pedalar mais de 10km para encontrar Kadjon e ainda retornar para o local onde os demais estavam aguardando. Isso sem contar a dor de cabeça miserável que fiquei por causa da desidratação causada pela "danada".kkkk.
Como todo o final dos dias que se sucederam, precisávamos encontrar uma pousada para passarmos a noite. E não demorou muito para encontramos uma aconchegante pousada em "Cumuru", como é conhecida, onde podemos relaxar um pouco e partirmos para nosso jantar de pizzas e massas deliciosas. Guardadas suas devidas proporções, estou pra ver uma ciclo aventura que consiga unir belos visuais, boa comida boa, boas pedaladas, e ainda por 4 dias...rsrs. Leiam os próximos capítulos e vão entender o que estou falando! Um abraço de Paulo...(ops, Kichute/Kichupe)...e outros apelidos nada agradáveis que me chamam. Elsão, Nino, Kadjon, e ..................... não vou mencionar o nome desse miserável, porque estou fazendo a resenha no lugar dele, e bem que ele nem merecia sair nas fotos!KKKKkkkkkkkkk. Me diverti muito com vocês!!! Bora Mural!!!
CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR













































































4 comentários:

Plech disse...

Eita cachaça errada heim Nino. kkkkkk
Massa a resenha Kichute. Lindas fotos!!

ze bezerra disse...

Aeee... Pão, resenha massa!! Ooooo... Ninooo!!! Se você pensa que cachaça é àgua, não devia nem passar por perto, você não sabe nadar! Jampa você não apareceu na resenha (.....). Fotos legais demais. BMMP!

Luiz Carlos de Assis Junior disse...

Que cachaça foi essa!!!??? Essa aventura é belíssima! Bora mural, perdeu Cabral!

Luiz

Elson disse...

Grande Kichute!!! Salvou em grande estilo o espírito do Mural!!!
A resenha é algo sagrado para nós, é com ela que imortalizamos as nossas aventuras e de certa forma é uma retribuição ao grupo que gostamos. Vamos em frente que enquanto o Mural existir teremos muitas resenhas para contar. Bora Mural!!!