1º Dia - Ciclo Aventura Cânion do Xingó

Essa é uma daquelas aventuras imperdíveis do Mural... Um mix de brocação e diversão...
Então combinamos a viagem no Mural Móvel de Mário, seis pessoas confortavelmente dispostas e nossas companheiras na carrocinha... A resenha já começou na madrugada, horário programado para partimos, não conseguia encontrar a casa de Mário, nosso ponto de encontro, e o mais grave é que ele não sabia o nome da rua.. Rs!
Vencida essa etapa nos organizamos e partiu Piranhas. Iniciava-se nossa aventura.
Cidade localizada a aproximadamente 540km de ssa um pouco mais de 6hs de viajem. 
Piranhas ficou nacionalmente conhecida por conta do cangaço. Sediou um combate épico entre um de seus moradores, Seu Chiquinho Rodrigues e um dos bandos de Lampião. O tiroteio entre o aludido habitante de Piranhas e o famigerado bando marcou singularmente os valores nordestinos de honra, fé, amor à família.
Quando da morte de Lampião e seu bando, aconteceu que, no Centro Comercial de Piranhas e na sede da Prefeitura de Piranhas, a cabeça de Virgulino Ferreira da Silva (Lampião), e outros do seu bando, ficaram expostos após decapitação, para que ficasse bem claro a todos que o Exército Brasileiro vencera a batalha contra os cangaceiros de Lampião.
Depois desse breve histórico vamos a brocação... Avistada a cidade ficamos encantados com a vista da barragem de Xingó, imponente, e percebemos também que Piranhas ficava rodeada de montanhas, então não seria nada fácil... Depois de nos acomodar na pousada, partiu trilha.. isso aí, já pedalamos na chegada, por que o Mural se broca!!! Pegamos um single que margeia o Rio São Francisco, saímos no asfalto e retornamos pra caatinga, foi aí q percebi que teria problemas, já que estava com pneus com câmera, era espinho pra todo lado. Um pedal de reconhecimento, pouco mais de 16km, mas já com mais de 500mt de altimetria...
Chegamos a barragem subimos até o restaurante que fica no ponto mais alto da formação, e nos deparamos com um por do sol inesquecível...  E isso não tem preço. 
No retorno à cidade Elson, pra variar encontrou um caminho alternativo, pense em uma ribanceira cheia de espinhos, cactos, pedras, etc, etc... Foi por aí que voltamos... Bina que estava meio calada nesse dia, se jogou na frente e brocou todo o percurso... Top demais... No final do single, bikes nas costas pra descer as pedras do pé da barragem, foi onde tiramos uma das fotos mais lindas que já vi no Mural, todos nós contemplando a imponente Barragem de Xingó. Quando saímos como era previsto , meu pneu furou... Uns 10 min para o reparo e continuamos nossa brocação.. todos na expectativa, pra descer o single que subimos no início do pedal.. valeu cada cm de subida, brocação em alta.. uma descida emocionante, e no final como é de lei paramos pra hidratação... Piranhas sua linda!!!! Bora Mural!!!! Willyam Rocha.
CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR






















































































































Nenhum comentário: