Trilha Sátiro Dias V - Câimbras, Pássaro Solto, Pneus Furados e Galinha Caipira no Sertão

Essa foi a minha primeira trilha com o Mural, estava ansiosa, mas me sentia segura pois era a realização de um desejo antigo. O dia amanheceu, tomamos café e depois de uma sessão de fotos, saímos para pedalar. Para esquentar, começamos com a famosa ladeira da fazenda, tudo ocorrendo muito bem, subida, descida, single track, sofrendo mais feliz, ao chegarmos na Ladeira do Mimoso, nosso amigo Theo caiu devido a câimbras, segundo ele, paramos para hidratar e para nosso amigo Ito fazer a foça do pneu, lembrando que foi a primeira de várias sequências entre fazer força e encher pneu, essa é a maior recordação que tenho dele.
Theo melhorou, daí seguimos em frente para o nosso parque de diversões, tínhamos andado uns 24km, entre subidas, descidas. Logo mais na frente Theo tem câimbras novamente, e ainda não tínhamos completado nem metade dos 70km previstos. Mas como na mochila de João sempre tem de tudo, inclusive um kit salva vidas, encontramos um Torsilax, que Theo tomou, fazendo-o esquecer das câimbras por alguns minutos pois o mesmo disse que já estava melhor e seguimos em frente, mas não demorou muito para ele não aguentar a pedalar, sendo empurrado por todos do grupo para subir uma das muitas ladeiras. Foi quando já estávamos a uns 100m da pista, que Theo desabou no chão, se arrastando como um sobrevivente de guerra, afirmando que o coração e o pulmão estavam 100%, mas as pernas não obedeciam aos comandos. Neste momento, todos se acabavam de rir, mas ao mesmo tempo estávamos preocupados querendo ajuda-lo, graças a Deus que no grupo tinha alguns massagistas, que até tentaram, mas não ajudou muito. Como o mesmo não aguentava mais nem se movimentar ou se quer pedalar, consegui uma carona de moto para levá-lo até Cida, onde seria nosso ponto para almoçar.
Enfim, Theo partiu na moto com sua bike todo feliz, e continuamos nosso pedal. O dia estava muito favorável para pedalar, sem muito sol, mas com bastante calor, seguimos por mais umas trilhas e ladeiras até pararmos para fazer um lanche, que na verdade foi quase um almoço, e depois seguimos em frente num bom estradão. É difícil descrever a satisfação em pedalar com o grupo, e com a minha melhor companhia, João.  Ao longo do caminho encontramos um menino com um passarinho na gaiola e paramos. Elson, Ito e Jean, falaram da importância dos animais em viver livre na natureza para o menino e assim o pássaro foi solto. Feita a boa ação do dia, retornamos ao nosso pedal aproveitando cada pedacinho que aquele sertão nos oferecia, tendo a certeza de que pedalar é uma das melhores coisas que o ser humano pode fazer na vida.

Depois do último single e de algumas fotos para registrar mossa presença em Sátiro, Elson inventa de subirmos nossa última ladeira, onde tivemos algumas compras de terrenos por parte de colegas, e enfim chegamos em Cida para almoçarmos nossa tão desejada galinha caipira, e lá estava Theo todo feliz a nos esperar, sem câimbras. A comida estava muito gostosa, eu e Bezerra acabamos com um delicioso macarrão, descansamos e partimos para finalizar nossa trilha. Chegamos cansados mais felizes e com muita resenha para contar.  Fabi.
CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR






































































































































































4 comentários:

João Ramos disse...

Muito top galera 👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👍🏻🔝🔝🔝Mural broca muito!BMMP!!!

Jean Painéis disse...

parabéns pela resenha Fabi, parabéns pelo percurso João, trilha show!!!

Anônimo disse...

Show de Pedal Parabéns. Como fazer p participar da Aventura com Vcs?!

Janilton Almeida disse...

Bom demais essa aventura!
Sátiro top five... trilha perfeita, recepção maravilhosa, rango delicioso, vlw João e Fabiana.