Ivonne Kraft e Naima Madlen no CTM Alphaville

No último CTM tivemos a honra da presença das grandes vice campeãs do Brasil Ride 2017, Ivonne Kraft e Naima Madlen. Dentre muitas outras conquistas, Kraft é a maior campeã do Brasil Ride com vários títulos nessa competição, enquanto, Madlen é uma jovem atleta que já começa a se destacar no cenário. Ambas muito simpáticas, responderam várias perguntas relacionadas ao esporte, pousaram para fotos e fizeram a questão de vestir a camisa do Mural de Aventuras.
Foi uma noite que ficou marcada na história do CTM e do Mural de Aventuras, só fez aumentar ainda mais a nossa paixão pelo Mountain Bike.
Agradecemos a Niner Brasil pela oportunidade de proporcionar esse emocionante encontro.
Bora Ivonne! Bora Naima! Bora Niner! Bora Mural!
CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR












1ª Trilha Luar do Sertão em Sátiro Dias (Texto: Dario Quiroz)

A las 8:00 de la mañana el Mural Móvil pasó por casa, lo estábamos esperando afuera del garage, con todo el equipaje listo. Cargamos las bicis y nos dirigimos a la casa de Sergio, el copiloto, que, como buen conocedor del área, sugirió ir por Sao Marcos para llegar a la BR. Lo que pasó fue que había mucho tráfico y tuvimos que ir por la Vía Regional, retrasando la llegada en el “Rei da Pamonha”, donde nos esperaban Carla y Mara. Hicimos lo de siempre, ir al baño, comprar algo para comer y sacar la foto antes de partir para Sátiro Dias!
Me quede dormido casi todo el viaje, pero me contaron que paramos en una gasolinera para abastecer, que la ruta estaba llena de policías y radares, y me despertè a tiempo de ver el Mural Móvil casi llevar una multa por adelantarse indebidamente. Resulta que se formó un embotellamiento pequeño en la vía y el piloto no tuvo mejor idea que adelantarse com doble línea amarilla en la ruta. Menos mal que el copiloto estaba atento y gritó: policía!!, en ese instante el piloto bueno de reflejos, volvió al carril. El policía que estaba parado a 10 metros de nosotros vio todo, e cuando pasamos por él nos miró, levantando los brazos y gesticulando como reprochando el comportamiento del motorista. Tuvimos suerte.
Llegamos a Inhambupe contentos porque ya teníamos hambre. La sorpresa fue la ruta, llena de pozos, que nos retrasó el viaje. Pero en fin llegamos a la “galinha caipira de Cida”. En seguida llegaron los anfitriones Joao y Fabiana. Disfrutamos de una rica comida! El mejor puré del mundo, con carne de sol y pollo.
Apareció un grupo de gente que vio las bicicletas arriba de los coches y entró para conversar, pensando que íbamos a Conceição do Coité. Eran de Sátiro Dias y los invitamos a unirse, pero no quisieron ya que iban al encuentro del domingo. También nos invitaron a ir pero nosotros teníamos nuestro compromiso.
Terminamos el almuerzo y fuimos directo a la Estancia, desviando de los árboles para que no tocaran las bicicletas que estaban en el techo del coche. El paisaje con un pasto verde, con vacas pastando. Daba ganas de parar y ya salir con la bicicleta.
Al llegar Joao y Fabi nos mostraron la casa, que es hermosa, grande, muy ventilada, con una terraza que tenía una hamaca esperándome, y en la cual me dormi una linda siestita. Creo que casi todos se tiraron un rato a descansar. No estoy muy seguro, pues estaba “ocupado” ;-).
A las 15:30 empezamos a organizarnos para salir. Llenar el Camelback de agua, engrasar las cadenas, poner líquido en las cubiertas. Y casi a las 16:30 salimos a encarar de una la primera subida. Para quien estaba super tranquilo, descansado, la barranca nos hizo despertarnos y nos dio una idea de lo que se nos venía.

Retorno Muralista: Frederico Fonseca Lima

É com satisfação que informamos o retorno do muralista Frederico Fonseca LimaBem-vindo! Bora Mural!

Participe do nosso *Clube de Ciclismo e Aventuras*. Acesse: http://muraldeaventuras.blogspot.com.br/p/club.html

Mural Kids - A Magia do Encontro (01/10)

Sempre é uma grande alegria o Mural Kids, as crianças e adultos são envolvidos pela magia desse encontro. Lindo ver a energia dos pequenos e os laços de amizade que não formados. Aguardem o próximo!
Mural Kids tem como objetivo estimular às crianças e adolescentes a praticarem uma atividade recreativa ao ar livre na companhia da sua família e em contato com outras pessoas.
CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR

















5º Dia - Expedição Chapada das Mesas: Cachoeiras de Itapecuru / Carolina / Portal da Chapada / Balneário do Dodô (Texto: Jean Andrade - Tacalipau)

Bem, essa é a história de 11 amigos, 11 bicicletas e um mundo de diversões a ser explorado. Como todo Muralista já sabe, cada um fica responsável por contar um pouco de como foi sua experiência nessa aventura, e neste caso a Chapada das Mesas no Maranhão nos rendeu muitas histórias...
Sendo assim, depois de uma noite de acampamento ao lado de um rio, e escutando o barulho da cachoeira que estava a uns 50 metros de distância, acordamos preparamos nossas bicicletas e partimos para o café da manhã, parte muito importante do dia kkk... e logo em seguida partimos as margens da BR 230, a Transamazônica com destino a  cidade de Carolina, mais antes disso ainda na BR 230, sofrendo um pouco com o calor forte e com a bike um pesada, seguíamos fortes e contentes por mais um dia de aventura. Falando por mim mesmo, naquele momento em que eu pedalava eu sentia que estava fazendo a coisa certa, uma onda de emoções me atingia a todo o momento, a maioria delas era o melhor que eu já conheci, nada nos impedia de seguir fortes adiante, ali não existia problemas, não existia cansaço, nada disso, no rosto de cada um era fácil notar a felicidade em abundância.
Quando eu entrei no Mural de Aventuras sentia que estava destinado a uma coisa bem grande, não que eu quisesse ser notado, mas era como se eu estivesse destinado a deixar a minha marca no mundo, pensava eu assim; naquele momento pelando era o que eu sentia. Em uma expedição uma das melhores coisas que acontece é a união entre pessoas tão diferentes ao mesmo tempo iguais, todos compartilhando os mesmo sentimento de felicidade. Ao pedalar a brisa do vento na pele, as ondas de calor no rosto me fazia sentir a natureza dizendo, bem-vindo ao meu mundo, aqui é no meu tempo aqui são as minhas regras.
Seguimos até a cidade de Carolina, compramos água, carne para o churrasco de mais tarde e outros mantimentos para o acampamento. Fizemos fotos com agradáveis moradores da cidade, almoçamos em um posto e de volta a Transamazônica, pedalemos até encostar dois rapazes a beira da cerca de arrame com água pra vender, trataram logo de falar que acima estava um dos lugares mais procurados da região. Era o Portal da Chapada! Um buraco na rocha que lembra o mapa invertido do estado do Tocantins.
Estávamos cansados e dessa forma chegamos a um dilema, levar ou não levar a bicicleta até lá em cima? Em 10 segundos eu decidi que levaria ela, do jeito que estava, com bagagem e tudo, 800 metros de pura areia para empurrar, difícil? Não para mim Elson e Plech, tomamos a decisão de levar elas, naquele momento sentíamos que era justo fazer isso com elas também, e subimos! A vista de lá de cima é fantástica, fizemos muitas fotos e gravamos vídeos e descemos para seguir a diante. 

4º Dia - Expedição Chapada das Mesas: Complexo Cachoeiras do Cocal (Poço Azul) / Riachão / Cachoeiras de Itapecuru (Texto: Ricardo Popó)

Antes do relato, falar um pouco da minha volta ao Mural onde estive afastado por 03 anos por motivos profissionais, e quando soube que ia rolar uma Chapada pensei não perco por nada e lá fui.
Depois de um 1º dia intenso, um 2o dia duro com bike, e um 3o dia mesmo sem bike não menos intenso, mas cheio de aventuras sempre mapeadas pelo Elson, o 4º dia seria de 100Km.
Mesmo com a distancia e as muitas ladeiras o desgaste seria um pouco menor, uma vez que iríamos rodar na BR 230, BR 230? Ué que BR é essa? Sim galera nada menos que a Transamazônica, sensação sinistra de rodar nessa famosa rodovia de bike.
Partiu! Lá fomos nós, para, para, que foi Kadjon atrasando o pedal kkkk (de novo)! Figuraça essa desgrama, partiu e lá vai, pedala, pedala, uma galera no front, eu no meio e uma galera bem atrás, muito atrás. Depois de muita subida encontro o pessoal do pelotão da frente parados numa semi sombra, cheguei a galera resenhando, depois de uns minutos chega Serjão, a galera no pé dele sacaneando. Quem falta, olhamos faltava Odi, Jean e quem, quem, ele Kadjon kkkkk, porém para nossa surpresa o mesmo aparece sozinho a galera começou a resenhar porra Kadjon, cadê Odi e Jean, o sacana sei lá broquei os dois foi só risada, ele eu acho que eles ficaram para trás, disso tínhamos certeza, e ai o quê fazer, todos preocupados com Odi porém sem stress pois Jean (Tacalepau) esta com ele. Marcelo (na verdade Alexandre que eu véinho insistia em chama-lo de Marcelão sei lá por quê , sabe como é véio kkkk) teve a ideia de para um veículo e perguntar se tinha visto 02 ciclistas, o qual informou que os visto junto a uma galera que estava carpindo o acostamento isso aproximadamente uns 05 km atrás. Bom fazer o que espera os depois de quase 45’ chega Odi e Jean, informando que o pneu da bike de Odi tinha furado . Partiu para completar o percurso que faltava aproximadamente uns 40 Km para o destino.

Novo Muralista: Eduardo Oliveira da Silva

Bem-vindo ao novo Muralista:  Eduardo Oliveira da Silva.
Em breve atualizaremos a página "Muralistas" com a foto do mesmo de uniforme padrão!

Participe do nosso *Clube de Ciclismo e Aventuras*. Acesse: http://muraldeaventuras.blogspot.com.br/p/club.html

2º Pedal Salvador das Antigas - Centro Histórico

Em sua 2ª edição, o "Pedal Salvador das Antigas" já cativou a apreciação de vários participantes. A proposta é de uma forma diferente conhecermos um pouco mais da história de nossa cidade com foco no centro histórico, rico em cultura. Nas próximas edições teremos ainda mais surpresas que farão elevar ainda mais a curiosidade pela história da primeira capital do Brasil. Bora Mural!!!
CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR